O Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais (CEE) vai homenagear pessoas com histórias relevantes na Educação mineira. A solenidade do Prêmio Heley de Abreu será nesta sexta-feira (25/11), às 16h, no auditório do Tribunal de Contas do Estado. A premiação leva o nome da professora Heley de Abreu Silva Batista, que em um ato heróico impediu a morte de diversas crianças numa creche em Janaúba, no Norte de Minas, após um incêndio criminoso em 2017.

A educadora, infelizmente, morreu tentando salvar as crianças na antiga Creche Gente Inocente, mas sua determinação e bravura ainda reverberam para toda a sociedade. Na solenidade, ela será homenageada. O presidente do Conselho Estadual de Educação, Felipe Michel Braga; o secretário de Estado de Educação, Igor de Alvarenga; farão a entrega de um diploma e da medalha de honra alusiva ao mérito ao esposo da Professora Heley de Abreu Silva Batista, Luiz Carlos Batista. O filho de Heley também participará da homenagem.

Estarão presentes, ainda, a secretária adjunta de Estado de Educação, Geniana Faria; a diretora da Escola de Contas do Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCE-MG), Naila Garcia Mourthé; o reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Professor Antônio Alvimar Souza; a reitora da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Professora Lavínia Rosa Rodrigues; e a vice-presidente do Conselho Estadual de Educação, Professora Jussara Carvalho Guimarães.

Ao todo, cinco medalhas serão entregues à indicados pelos conselheiros do CEE. “Este prêmio representa uma inspiração a muita gente. Assim como a professora Heley, as agraciadas são exemplos de dedicação à causa da Educação. São pessoas que atenderam muitas gerações e construíram um legado e impacto que alcançam muitos estudantes em Minas Gerais. São profissionais que ajudaram a formar instituições e práticas que ampliaram o próprio impacto no tempo para além dos projetos. Elas são professoras, diretoras de escolas, pesquisadoras, servidoras públicas, que nestes lugares transformaram os ambientes por onde passaram e transformaram as pessoas com quem conviveram. São profissionais das quais nós nunca nos esqueceremos”, declarou o presidente do Conselho Estadual de Educação, Felipe Michel Braga.