Para celebrar as conquistas de seus estudantes em diversas competições nacionais, a EE Renato Azeredo, de Sete Lagoas, na Região Central de Minas, realizou uma cerimônia de entrega de medalhas com a presença de autoridades. A festa com cerca de 300 participantes ocorreu na última sexta-feira (18/11) e contou com a presença do Superintendente Regional de Ensino (SRE), Cláudio Abreu, e representantes da Polícia Militar e da Aeronáutica. Convidados, nesta quarta-feira (23/11), os alunos de destaque visitaram o Parque de Material Aeronáutico (PAMA), situado em Lagoa Santa.

Uma das competições que a escola teve bons resultados foi na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) 2022. Os estudantes respondiam questões de Física e Matemática aplicadas ao campo de astronomia e aeronáutica. O grande feito foi conquistado pela aluna do 9º ano do Ensino Fundamental, Camille Gomes, que alcançou a medalha de prata. Ela recebeu a honraria pelas mãos do capitão Coutinho.
Mas se engana quem acredita que esse reconhecimento nas olimpíadas é um fato isolado. Na edição de 2020 uma equipe da escola já havia sido classificada para a final de lançamentos de foguetes na Mostra de Foguetes (MOFOG) em que os alunos, utilizando de garrafas PETs modelaram um foguete utilizando como combustível a reação química entre o vinagre e o bicarbonato.

Outros quatro estudantes medalhistas da Olimpíada Nacional de Eficiência Energética (ONEE) também receberam medalhas, além de uma premiação por trabalho de iniciação científica.

Para o professor de Física, Giezi Reginaldo, que coordenou os participantes da EE Eduardo Azeredo na OBA, todos os alunos possuem capacidades e habilidades a serem desenvolvidas. O grande desafio, segundo o professor, é provocar o aluno, articulando saberes e interesses. “A participação nestas competições melhora a aprendizagem e, consequentemente, a motivação”, pontua o professor.

O capitão Coutinho que trabalha no Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), participou da solenidade e entregou a premiação à medalhista Camille Gomes. Ele contou um pouco de sua história como forma de incentivar os alunos a se dedicarem aos estudos. “Eu estudei a minha vida inteira em escola pública e gostaria de deixar para vocês uma mensagem de coragem, de determinação de que tudo é possível. Eu tinha um sonho desde criança que era pilotar avião. Eu me dediquei, a minha família me ajudou e deu certo. Fico feliz em estar aqui conversando com vocês todos”, disse o capitão Coutinho.