Atividade faz parte do plano de ações da GIDE e tem trazido resultados positivos

Desde o início do ano letivo, a Escola Estadual de Itaobim, localizada no município de mesmo nome, está realizando ações de busca ativa para incentivar os alunos a realizarem as atividades complementares e os Planos de Estudos Tutorados (PETs). O primeiro passo do plano de ação, elaborado no âmbito da Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE), foi fazer um levantamento e conhecer as realidades dos estudantes.

“Tínhamos endereços e telefones desatualizados, por exemplo. O nosso levantamento foi bem minucioso e contou com a participação dos professores. Cada um ficou responsável por um grupo de estudantes e preencheu na planilha as informações que iam conseguindo”, conta a especialista da escola, Cindy Oliveira Reis.

Estudantes sem acesso à internet recebem as atividades em casa. Foto: Arquivo da escola

A partir do contato com o aluno, a escola montou um banco precioso de informações. “Sabemos quais alunos têm acesso à internet, se usam dados móveis, se têm celular, entre outras coisas. Tudo isso ajuda muito no nosso trabalho”, afirma Cindy.

Segundo a especialista, também foram elaboradas estratégias para auxiliar os estudantes na rotina de estudos. “Foram criados infográficos, tabelas de horário das aulas e enviamos para os alunos o calendário escolar. Também criamos ações para orientar os estudantes a utilizar o Conexão Escola”. Para aqueles sem acesso à internet, o infográfico e a tabela de horários foram entregues de forma impressa.

Agora, a escola se prepara para iniciar as atividades de forma híbrida. A partir do dia 18 de outubro, o prédio escolar voltará a receber estudantes e as ações da GIDE serão reforçadas. “Vamos intensificar o envio do cronograma. Vamos fazer uma coisa ainda mais explicadinha para que eles consigam acompanhar da melhor forma”, finaliza Cindy.

GIDE no Estado

Em Minas Gerais, a GIDE é realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a Fundação de Desenvolvimento Gerencial (FDG). A iniciativa teve início em 2019 com a participação de 251 escolas estaduais que ofertam o ensino fundamental. Com intuito de contribuir na implementação do Regime de Estudo não Presencial, a GIDE, no âmbito do programa Gestão pela Aprendizagem, foi estendida, e, neste ano de 2021, está sendo desenvolvida em 1009 unidades de ensino.

Enviar para impressão