Governador Romeu Zema participou da cerimônia de posse nesta quinta (5/8); Efetivação dos docentes cresceu 30% na atual gestão

O governador Romeu Zema participou, nesta quinta-feira (5/8), no Auditório JK, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, da cerimônia de posse de 180 professores da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg).

Os profissionais vão atuar em 14 unidades da instituição espalhadas por todo o Estado: Barbacena, Belo Horizonte, Campanha, Carangola, Cláudio, Diamantina, Divinópolis, Frutal, João Monlevade, Ibirité, Ituiutaba, Passos, Poços de Caldas e Ubá.

Zema ressaltou a importância da instituição na formação de profissionais de qualidade, principalmente no interior do estado. “Fico muito satisfeito de a Uemg ter esta presença tão importante no interior. Sei como é difícil para as pessoas terem acesso a um curso superior, ainda mais gratuito. Então, o papel da Uemg é importantíssimo para levar o conhecimento”, afirmou o governador.

Foto: Cristiano Machado / Imprensa MG

As posses são relacionadas a concursos públicos para docentes de ensino superior realizados para a universidade nos anos de 2014, 2018 e 2019, e vão fomentar ainda mais as atividades de ensino, pesquisa, extensão e pós-graduação.

Somente durante os dois anos e meio da gestão do governador Romeu Zema foram efetivadas 470 posses de professores aprovados em concursos públicos da instituição, o que representa crescimento de 30% no quadro de docentes ocupantes de cargos efetivos.

Avanços

Em seu discurso, Zema ressaltou os resultados alcançados pela sua gestão na área da educação, como os recordes na última avaliação no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e o programa Mãos à Obra, que está reformando milhares de escolas por todo o estado.

“Ontem (quarta-feira, 4/8), estive em Brasília com a nossa secretária de Educação Julia Sant’Anna e com o ministro da Educação (Milton Ribeiro) levando pleitos e problemas que temos aqui em Minas e que o governo federal pode contribuir. Esta luta do nosso governo para melhorar a educação vai continuar, estamos apenas no começo”, finalizou Zema.

Seguindo os protocolos sanitários contra a covid-19, a solenidade foi dividida em dois dias. Nesta quinta-feira, 88 professores assinaram o termo de posse, enquanto outros 87 participam da cerimônia na sexta-feira (6/8). Os últimos cinco professores tomarão posse posteriormente, completando os 180 nomeados.

Fortalecimento

A reitora da Uemg, Lavínia Rosa Rodrigues, falou sobre a importância do fortalecimento da instituição.

“É uma celebração do futuro da nossa universidade, que se fortalece com a nomeação. Com as posses, alcançamos em torno de 72% de professores concursados e nomeados. A consolidação da nossa universidade está sendo antecipada pela melhoria das condições de investimentos e de reconfiguração do quadro de docentes. Reafirmamos a importância do apoio do governo e dos parlamentares que acreditam na Uemg”, ressaltou a reitora.

A professora Simone Murta, que atua há cinco anos na unidade de Diamantina, valorizou a efetivação dos profissionais. “O mais importante é que agora a gente pode desenvolver e estabelecer projetos com extensão, de pesquisa, com uma profundidade muito maior. Isso é uma forma que todos têm a ganhar, professores, alunos e comunidade de uma maneira geral”, disse a professora.

Também participaram da cerimônia nesta quinta-feira (5/8) a secretária adjunta de Educação, Geniana Guimarães Faria, os deputados estaduais Raul Belém e Tito Torres e o vice-reitor da Uemg, Thiago Torres Costa Pereira.

Sobre a Uemg

Presente em 16 cidades mineiras, a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) oferece, atualmente, 119 cursos de graduação em 20 unidades acadêmicas. Contabiliza aproximadamente 24 mil estudantes, o que a credencia como a terceira maior instituição de ensino superior pública do estado em número de alunos. Cerca de 77% de seus alunos são egressos de escolas públicas.