As inscrições para quem deseja uma das vagas remanescentes do Sistema Único de Cadastro Escolar e Encaminhamento para Matrícula (SUCEM) na rede pública estadual de Minas seguem a todo vapor. O período, que vai até 2 de abril, é uma oportunidade para optar por estudar nas escolas que ofertam o Ensino Médio de Tempo Integral (EMTI) e o EMTI Profissional e, assim, garantir uma formação ainda mais completa. As inscrições no SUCEM, inclusive para escolas que ofertam o EMTI, podem ser feitas no site cadastroescolar.educacao.mg.gov.br.

As escolas que integram o EMTI contam com ações mais focadas no projeto de vida dos estudantes e no protagonismo juvenil. Além do aprofundamento acadêmico, o principal objetivo é dar ao estudante os instrumentos para que ele possa pensar, planejar e se preparar para alcançar o que quer para o seu futuro. Além disso, os jovens serão estimulados a encontrar qual é sua vocação para os próximos passos ao finalizar a educação básica.

Confirmação da matrícula

Após fazer a inscrição no SUCEM e receber a indicação da escola mais próxima da sua residência que ainda tem a vaga para o ano de escolaridade e etapa de ensino pretendidos, o responsável pelo aluno ou o próprio estudante maior de 18 anos deverá realizar o processo de matrícula.

Nas escolas localizadas em municípios que estiverem na onda roxa do Plano Minas Consciente, as matrículas decorrentes das vagas remanescentes estão sendo realizadas digitalmente, por e-mail. Por meio das redes sociais e outros recursos disponíveis, as unidades de ensino deverão divulgar amplamente os procedimentos, a documentação e o e-mail institucional da escola para a realização da matrícula. Também está disponível no site cadastroescolar.educacao.mg.gov.br a listagem com o e-mail das escolas. A documentação deverá ser encaminhada dentro do prazo de quatro dias úteis, após a data de encaminhamento do SUCEM.

Documentação necessária

Para a confirmação da vaga na unidade de ensino para a qual o aluno cadastrado no SUCEM foi encaminhado, é importante que os pais e/ou responsáveis, ou o aluno maior de 18 anos, fiquem atentos à documentação necessária para efetivar a matrícula:

I - Documento de Identidade ou, na sua ausência, Certidão de Nascimento do aluno, original e cópia;

II - CPF do aluno, original e cópia, sendo obrigatória a apresentação se for maior de idade e facultativa se menor de idade;

III - Comprovante de residência, original e cópia, no nome de um dos pais/responsáveis ou do aluno, quando maior de idade;

IV - Histórico Escolar ou Declaração de Transferência, com indicação do ano de escolaridade que o aluno está habilitado a cursar em 2021, ficando o documento original na escola.

Para o aluno menor de idade é necessária, ainda, a apresentação de documento de identidade e do CPF, originais e cópias, de um dos pais/responsáveis.

EMTI em Minas

Em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) está expandindo esse tipo de ensino de maneira a possibilitar que mais alunos possam se matricular na modalidade. Em 2019, 78 unidades ofertaram o ensino integral. Em 2020, com a expansão, o número subiu para 274. Já em 2021, são 399 escolas de EMTI, distribuídas nas 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs), ofertando mais de 67 mil vagas.

Do total de escolas EMTI, 66 ofertarão cursos técnicos. Em todo o estado, são 15 diferentes opções: Açúcar e Álcool; Agroecologia; Agronegócio; Agropecuária; Celulose e Papel; Desenvolvimento Cultural; Desenvolvimento de Sistemas; Eletroeletrônica; Eletrônica; Informática; Logística; Mecânica; Química; Segurança do Trabalho; e Transações Imobiliárias.