No ano letivo de 2020, a Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE) foi expandida para todas as escolas estaduais mineiras que ofertam, exclusivamente, o ensino fundamental e foi totalmente adaptada ao modelo de ensino remoto. Com a proximidade do fim do ano letivo, as escolas que participam da GIDE fizeram um balanço e destacam que a iniciativa alcançou seu objetivo: auxiliou na continuidade do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes e no engajamento de toda a comunidade escolar na concretização das atividades do Regime de Estudo não Presencial .

Na Escola Estadual Coronel Francisco Rolla, em São Domingos do Prata, a partir do envolvimento da equipe pedagógica e dos professores, foi conquistado um alto percentual de devolução dos Planos de Estudos Tutorados (PETs), além do engajamento dos pais e/ou responsáveis, é o que conta a diretora, Luciana Feliz Rolla Nascimento.

 

“A metodologia GIDE foi recebida com muito carinho e empolgação. A nossa escola já era bem organizada, mas a iniciativa potencializou essa organização e conseguimos resultados importantes. Toda escola abraçou a GIDE e as famílias estiveram muito presentes”, afirma Luciana.

O plano de ação elaborado pela escola contou com atividades como “Hora do estudo”- na qual foi elaborado um cronograma de rotina de estudos para os alunos; a seleção de líderes de turma que tinham como função sensibilizar os colegas sobre a realização e entrega das atividades, além da criação de um grupo de pais e da campanha #EufaçoPET.

Na Escola Estadual Julieta de Oliveira Macêdo, em Muriaé, também foi realizada uma campanha para estimular que os alunos fizessem as atividades das apostilas. Além disso, foi realizado o projeto “O professor virtual” e o concurso “Meu quadro de estudos”.

 

Para o diretor da escola, Marco Antônio Newton Galvão, a GIDE auxiliou a escola em vários aspectos. “A iniciativa nos ajudou a criar artes para as campanhas, editar vídeos e também incentivou os pais e/ ou responsáveis a se reinventarem para auxiliar os alunos com as atividades. Também nos ajudou a trabalhar com planejamento e organização”, destaca.

Troca de experiências

Na Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Carangola será realizado, no dia 26 de janeiro, um workshop virtual que irá proporcionar a troca de experiências entre as escolas da regional que participam da GIDE. “Vamos dar a oportunidade das escolas compartilharem os trabalhos que desenvolveram. Elas também irão elencar as ações que impactaram mais positivamente dentro da escola ao longo do ano letivo”, conta a diretora Educacional da SRE, Tânia Mazzocco.

Tânia também ressalta a importância da GIDE para as unidades de ensino. “A GIDE veio para somar e auxiliar a escola a fazer um alinhamento das ações. As unidades de ensino fazem muitas coisas, mas as vezes não alinha e isso acaba se perdendo”, conclui.

GIDE no Estado

Em Minas Gerais, a GIDE é realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a Fundação de Desenvolvimento Gerencial (FDG). A iniciativa teve início em 2019 com a participação de 251 escolas estaduais que ofertam o ensino fundamental. Com intuito de contribuir na implementação do Regime de Estudo não Presencial, a GIDE, no âmbito do programa Gestão pela Aprendizagem, foi estendida, neste ano de 2020, para mais 774 escolas estaduais.