Documento pode ser acessado no endereço cadastroescolar.educacao.mg.gov.br

O cadastro escolar para os interessados em garantir uma vaga e ingressar na rede pública de ensino mineira em 2021 já começou. E para auxiliar os familiares e os estudantes com a inscrição no Sistema Único de Cadastro e Encaminhamento para Matrícula (SUCEM), a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) elaborou um guia de utilização do sistema com um passo a passo de acesso. O material está disponível no endereço cadastroescolar.educacao.mg.gov.br. As inscrições devem ser feitas até o dia 11 de dezembro.

A partir deste ano, o cadastro escolar e o encaminhamento dos candidatos às vagas, no ensino fundamental e ensino médio, se dará de forma única para escolas estaduais e, em 758 municípios, também para as unidades municipais. Assim, quando o candidato acessar o sistema para realizar a inscrição, a escola indicada para o encaminhamento e a realização da matrícula, mais próxima da residência do aluno, poderá ser municipal ou estadual.

O cadastro deve ser feito pelos pais ou responsáveis, ou o aluno, quando maior de idade. Para realizar a inscrição no SUCEM, o interessado deverá acessar o endereço cadastroescolar.educacao.mg.gov.br. As primeiras informações solicitadas são referentes ao nome do candidato, data de nascimento e filiação. A partir destes dados, o interessado poderá verificar se ele é público do cadastro escolar 2021 e avançar para as próximas etapas.

Nas etapas seguintes, o candidato deverá informar dados como rede de ensino de origem, nacionalidade, CEP da residência, município, bairro, entre outros. É importante lembrar que a partir das informações referentes ao endereço é que serão indicadas as escolas mais próximas do estudante. No momento da matricula, o candidato deverá comprovar o endereço informado.

Outro dado importante solicitado no sistema é em relação aos irmãos. Caso os pais ou responsáveis queiram que o encaminhamento do aluno que está sendo cadastrado ocorra para a mesma escola da rede pública em que já há um filho matriculado, será necessário passar essa informação no ato do cadastro por meio do botão “Incluir irmão”. O sistema levará em consideração essa informação na hora da análise do encaminhamento do aluno recém-cadastrado, além de critérios como a localização da escola, nível de ensino pretendido, etapa de ensino e da disponibilidade de vagas. Vale lembrar que o sistema avaliará, também, outros critérios de prioridade, conforme Resolução nº 4.435/2020, para determinar a alocação dos alunos.

Após concluir todo o processo de cadastro escolar, será gerado um comprovante de inscrição. É importante que o número seja guardado. Ele será solicitado quando o candidato for consultar o resultado do seu encaminhamento. Ou seja, é com este número que será possível saber para qual escola o aluno foi encaminhado para realizar a conformação da matrícula em 2021.

Além do Guia, na página inicial do site cadastroescolar.educacao.mg.gov.br, também está disponível um arquivo com as dúvidas mais frequentes.

Estudante sem acesso à internet

Aqueles que não têm acesso aos recursos digitais poderão procurar as escolas estaduais e municipais na sua cidade para realizar a inscrição, com a adoção de todas as estratégias de segurança orientadas pela Secretaria de Estado de Saúde, em consonância com as deliberações do Comitê Extraordinário Covid-19. Os pontos de apoio funcionarão das 09h às 16h, no período de 16/11/2020 a 11/12/2020.

Cadastro Escolar 2021

Devem ser inscritos alunos com 6 anos de idade completos ou a completar até 31 de março de 2021, que irão ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental. Além disso, os estudantes que irão ingressar nos demais anos de escolaridade do ensino fundamental ou médio, advindos de outras redes que não as redes municipais ou estadual de ensino de Minas Gerais.

Os alunos que já estão matriculados em 2020 em escolas da rede pública de ensino em Minas Gerais, mas as suas escolas não ofertarão em 2021 o nível de ensino ou ano de escolaridade subsequente a ser cursado, também devem fazer o cadastro escolar.

Também podem se inscrever interessados em retornar aos estudos nos ensinos fundamental ou médio regular ou na modalidade da Educação Jovens e Adultos (EJA), além daqueles que estão matriculados em 2020 na rede estadual de ensino e que, por algum motivo, não realizaram a renovação da matrícula.