Participação nas palestras é voluntária, mas tem atraído jovens de toda a escola

Ilustração e marketing digital são alguns dos temas que já foram discutidos este ano no projeto “Workshop Escolar”. A iniciativa é realizada pelo professor e vice-diretor, Washington Eloi Francisco, com os alunos do Ensino Médio da Escola Estadual Ruth Brandão de Azeredo, em Sete Lagoas.

“No início do ano, eu reparei que quando vinha algum palestrante aqui na escola, muitos alunos ficavam dispersos e não prestavam atenção. Então pensei em fazer uma coisa diferente. Criamos um projeto, que traz convidados para fazer palestras no extraturno e só participam os estudantes que se interessam. Sempre passo nas salas antes dos encontros fazendo o convite e não vale ponto”, conta o idealizador.

Ação é voltada para os alunos do Ensino Médio. Foto: Arquivo Pessoal

Logo na primeira palestra, para a qual foi convidada uma ilustradora, o professor já se surpreendeu com o número de alunos. E a quantidade foi só crescendo. “Logo no primeiro dia, o número de alunos foi muito bom e só está crescendo a cada encontro. Fico muito feliz com o resultado”.

O aluno do 3º ano do Ensino Médio, Gustavo Ian Dias de Oliveira, participou da primeira palestra e conta o que o motivou a participar do projeto. “Eu gosto muito de aprender e buscar coisas novas. Quando expandimos nossos conhecimentos, fica muito mais fácil fazer nossas escolhas”, conta.

Luane Martins integra um grupo de alunos que participa da criação do site da escola. Ela participou da palestra sobre Marketing Digital e aprovou o tema e o projeto desenvolvido pela escola. “Eu achei muito interessante. O palestrante mostrou como usar as redes sociais ao nosso favor. O projeto está somando às ações que eu já desenvolvo na escola e isso é muito bom”, afirma. A estudante também está cursando o 3º ano do Ensino Médio.

Já Ryan Cristyan Araújo, aluno do 3º ano do Ensino Médio, participou da última palestra realizada pela escola. Ministrada por youtubers, o estudante conta que o bate-papo o ajudou em um projeto pessoal. “Eu já tive um canal no Youtube, mas não deu certo e agora sei porquê: não sabia escolher o tema e atingir o meu público. Também não tinha noção de edição. Depois da palestra, já deu para aprender bastante coisa. Vou retomar o meu canal e o primeiro vídeo vai ser sobre a palestra”.

O estudante destaca ainda a importância de realizar projetos diferenciados. “Em tudo que o professor faz ele não pensa apenas na escola, mas sim nos aluno. Traz aprendizados que vão além dos muros da escola. É muito interessante um professor fazer isso pela gente”, conclui.