Candidatos podem acessar os resultados na Página do Participante

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 já podem consultar seus resultados na Página do Participante ou no aplicativo Enem 2018. As notas individuais foram disponibilizadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) às 8h30 (Horário de Brasília) desta sexta-feira, 18 de janeiro, e só podem ser acessadas após o participante informar o CPF e a senha cadastrada. Os resultados individuais dos treineiros serão liberados em 18 de março, mesma data da divulgação da vista pedagógica da redação.

Já o resultado geral foi publicado às 10h (Horário de Brasília). Para cada uma das quatro áreas de proficiência o Inep divulgou a quantidade de participantes avaliados, com proficiência mínima e com proficiência máxima, além do número de provas em branco. Além da proficiência média, foram apresentadas as proficiências de cada perfil de participante: concluintes, egressos, treineiros, surdos que optaram pela videoprova em Libras, surdos que optaram por interprete de Libras. Os resultados também destacam a proficiência máxima e mínima dos participantes. Todo o conjunto de dados contempla os anos de 2018 e também de 2017. A comparação das notas da redação entre edições é inadequada por motivos metodológicos.

Também foram apresentados os números de redações nota zero e nota 1000. Ao todo, 55 participantes obtiveram a nota máxima e 112.559 (2,73%) zeraram a prova dissertativa. O número de notas zero é bem menor que o de 2017. Os principais motivos para nota zero no Enem 2018 foram: redações em branco (1,12%), fuga ao tema (0,77%) e cópia do texto motivador (0,36%).

Para o Inep, concluintes são os participantes que concluíram o Ensino Médio em 2018; enquanto treineiros são os que não concluíram. Já egresso é o conceito para participantes que já tinham concluído o Ensino Médio em anos anteriores a 2018.

Ausentes – os dados finais confirmam a edição de 2018 com a menor taxa de ausentes desde que o Enem assumiu o formato atual, em 2009. Ao todo, 1.352.566 participantes não compareceram aos dois dias de prova, o que corresponde a 24,53% dos 5.513.747 participantes confirmados. Em 2017, a abstenção foi de 29,9%. A taxa de abstenção foi, novamente, maior entre os participantes beneficiados pela isenção da inscrição: 28,44% contra 17,62% dos pagantes.

Entre os participantes isentos por serem concluintes do Ensino Médio na rede pública a abstenção foi de 20,8%. Quando se observa o grupo de participantes liberados de pagar a inscrição por se adequarem à Lei 12.799/2013 ou ao Decreto 6.135/2007 o percentual de abstenção é de 33,33%. Em 2017, dos participantes beneficiados pela legislação, 42,5% não compareceram nos dois dias de prova.

A queda no percentual de abstenção confirma a eficiência das medidas adotadas desde 2016 para evitar o desperdício do dinheiro público. Os participantes que não pagaram para fazer o Enem 2018 e não compareceram em pelo menos um dia da aplicação terão que justificar essa ausência se quiserem solicitar isenção no Enem 2019. As provas do Enem 2018 foram aplicadas em 4 e 11 de novembro. Já a reaplicação ocorreu em 11 e 12 de dezembro.

Fonte: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira