A Escola Estadual Oswaldo Lucas Mendes, no município de Taiobeiras, região Norte de Minas Gerais, iniciou em novembro a oferta do curso técnico em Enfermagem. O curso é ofertado na modalidade subsequente, atende a 180 estudantes do município e da região e integra a Rede Estadual de Educação Profissional (REDE), da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

“O motivo que nos despertou para a oferta do curso foi a necessidade do município por profissionais nessa área. A nossa escola é central e atendemos cerca 1500 alunos do Ensino Médio, por isso, corremos atrás da implantação”, afirma a diretora da escola, Mônica Alves dos Santos Costa.

Ainda segundo a diretora, a procura por vaga foi grande. “Tivemos quase 600 inscritos para 180 vagas. Tivemos que fazer um sorteio público. Essa foi uma grande oportunidade para os moradores do município e da região”, conclui.

Fred Pereira Freitas tem 40 anos e viu no curso a possibilidade de realizar um sonho. “Achei essa área muito interessante e gosto muito de lidar com a vida. É uma oportunidade e tanto pra mim. Estou achando o curso fantástico e a estrutura da escola é muito boa. Estamos todos muito animados, nossa cidade estava precisando disso”, diz.

Foram mais de 600 inscritos para 180 vagas do curso técnico de Enfermagem. Foto: Arquivo da Escola

 Novos Cursos

A Escola Estadual de Ensino Profissional, localizada no município de Ibirité, na Região Metropolitana, está sob a responsabilidade da Fundação Helena Antipoff e abriga os alunos dos cursos técnicos da Escola Estadual Sandoval Soares de Azevedo. A instituição, que já ofertava os cursos técnicos de Administração, Recursos Humanos, Mecânica, Agropecuária, Informática e Informática e Internet, iniciou, também em novembro a oferta de dois novos cursos: Agroecologia e Enfermagem.

“São três turmas de Enfermagem e duas de Agroecologia. São formações que eram demandas da comunidade. Aqui no município contamos com pequenos e médio agricultores e eles são fornecedores de hortaliças para o Ceasa. Muitos procuraram o curso de Agroecologia para se capacitar e aprender, por exemplo, a fazer o manejo de forma menos agressiva”, destaca o diretor da Fundação Helena Antipoff, Wanderson de Sousa Cleres.

Escola Estadual de Ensino Profissional de Ibirité também passou a oferta o curso Técnico em Enfermagem e o de Agroecologia. Foto: Franciele Xavier

Rede Estadual de Educação Profissional

A Rede Estadual de Educação Profissional tem o objetivo de ampliar a oferta de cursos técnicos nas Escolas da Rede Estadual, contribuindo para a profissionalização dos jovens com vistas à participação como cidadão no mundo do trabalho e atendendo às demandas das comunidades e dos arranjos produtivos locais. Os cursos são oferecidos nas modalidades concomitante e subsequente e são destinados aos alunos do ensino médio da rede estadual e também àqueles que já concluíram o ensino médio.

Atualmente, a Rede conta com 242 escolas estaduais, que ofertam 40 diferentes cursos técnicos, dentre eles: Administração, Agente Comunitário de Saúde, Cooperativismo, Logística, Massoterapia, Marketing, Recursos Humanos, Secretaria Escolar, entre outros. Ao todo, são beneficiados 26.071 alunos.