Formação Intercultural para Educadores Indígenas habilitou sua sétima turma

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) realizou no dia 18 de setembro a solenidade de formatura de 32 indígenas pela Formação Intercultural para Educadores Indígenas (Fiei) - habilitação em Matemática, oferecida pela Faculdade de Educação. A turma, composta por alunos das etnias Xakriabá, Pataxó, Guarani, Maxakali e Pataxó-Hã-Hã-Hãe celebrou a ocasião trazendo rituais e tradições próprias para dentro da Universidade.

Essa foi a sétima turma de indígenas formados pela Fiei. Em 2006, a UFMG disponibilizou o curso pela primeira vez, mas ainda como oferta única e isolada. Foi em 2009, com o Prouni, que a Fiei se tornou um curso de oferta regular. Desde então, todo ano uma turma se forma em uma das quatro habilitações existentes: Matemática; Ciências da Vida e da Natureza; Ciências Sociais e Humanidades; Línguas, Artes e Literatura. O edital de 2019 prevê uma nova leva de alunos que se habilitarão em Ciências da Vida e da Natureza.

A Fiei é uma iniciativa dirigida à população indígena que habilita educadores para atuarem no Ensino Fundamental e no Ensino Médio de suas respectivas comunidades. Além das aulas presenciais na Universidade, a grade do curso exige também que a graduação seja realizada nas próprias comunidades dos estudantes. Assim, valoriza a diversidade, a experiência sociocultural e as particularidades de culturas e povos distintos.

Fonte: Assessoria de Comunicação da UFMG

Enviar para impressão