Consulta Pública para definir os currículos das escolas de Minas Gerais está aberta até dia 23

Contribuições devem ser feitas pela internet

Com a homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ensino Fundamental, em 2017, tornou-se necessário que o Estado revisse seu Currículo Básico Comum (CBC) e desde então a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME) e a Secretaria de Estado de Educação (SEE) atuam em conjunto com a para a criação da versão preliminar do Currículo de Minas Gerais.

Desde o dia 13 de agosto, esta versão preliminar está disponível por meio de uma plataforma de Consulta Pública. Qualquer cidadão pode participar, conhecer o currículo e apresentar contribuições.  A Consulta é online.  

Os municípios mineiros também estão se mobilizando para fomentar as discussões da versão preliminar e colher contribuições da sociedade civil. Estão sendo realizados encontros que deverão contar com a participação de todas as redes de ensino, pais e alunos. Confira AQUI as datas e locais dos encontros por município.            

A versão preliminar foi criada tendo como base o Currículo Básico Comum utilizado pelas escolas mineiras e versões de currículos utilizadas por outros estados. Os redatores responsáveis pelos conteúdos foram indicados pela SEE e pela Undime. Eles participaram de formações realizadas pelo Ministério da Educação (MEC) e formações internas oferecidas por professores e pesquisadores de universidades mineiras.

Além disso, para a produção da versão preliminar também foram analisadas as contribuições das escolas através do Dia D, do qual participaram 120 mil pessoas e mais de 3100 escolas de 667 municípios.

Consulta Pública

Até o dia 23 de setembro, a plataforma de Consulta Pública estará disponível para que todos os cidadãos possam conhecer e contribuir com a formatação dos currículos. A Consulta está sendo feita por conteúdo e o interessado deverá fazer um cadastro no sites.google.com/view/curriculodeminasgerais.