Cerca de 250 pessoas de 30 municípios do Território da Mata participam de oficinas do Circuito Alimentação

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), realiza nesta quarta-feira (20), em Juiz de Fora, a última rodada de oficinas de capacitação do projeto Circuito Alimentação.

Cerca de 250 pessoas de 28 municípios do Território de Desenvolvimento da Mata estão reunidas desde terça-feira (19/6) na Escola Estadual Governador Juscelino Kubitschek para participar das atividades.

 

O projeCerca de 250 pessoas de 30 municípios do Território da Mata participam de oficinas. Foto: Divulgação Sedato tem como objetivo a realização de oficinas de capacitações técnicas de mobilização e sensibilização de gestores públicos, entidades da sociedade civil, agricultores familiares e suas organizações (cooperativas e associações), com o intuito de ampliar o acesso da agricultura familiar aos diferentes mercados institucionais públicos (escolas, hospitais, órgãos da administração direta, entre outros).

Para a agricultora familiar Gilvane Miranda, do assentamento Denis Gonçalves, em Juiz de Fora, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é uma oportunidade para a venda de seus produtos para as escolas, levando alimentos mais saudáveis para os estudantes.

"É nosso sonho hoje conseguir participar do PNAE especialmente em Juiz de Fora. O programa nos dará condições concretas de escoar nossa produção e possibilitar nossa sobrevivência no campo. Além de contribuir com saúde através do alimento para as crianças e jovens nas escolas", disse Miranda, se referindo à importância do evento.

Para o Superintendente de Comercialização e Acesso a Mercados Institucionais da Seda, Fernando Clemens, o Circuito é uma oportunidade de ampliar as aquisições e potencializar a execução da agricultura familiar e para que a comida de verdade e saudável chegue na mesa do aluno de escola pública.

“Para mim é um privilégio participar de ações pelo fortalecimento da agricultura familiar na Seda. É a oportunidade de conhecer a realidade de dois lados. Tanto da agricultura familiar como de gestores na escola pública”, afirma.

Segundo a diretora da escola, Rosilene Torres, sediar o Circuito Alimentação é muito importante “Com certeza vai acrescentar em nosso conhecimento a respeito da agricultura familiar e contribuir para uma alimentação escolar mais saudável de nossos alunos”, disse.

O Circuito Alimentação é uma parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a Emater-MG, com apoio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e a União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes).

Fonte: Agência Minas Gerais