Parceria irá beneficiar 115 escolas estaduais

A partir deste ano, os Núcleos de Tecnologia Educacional (NTEs) das Superintendências Regionais de Ensino de Itajubá e Pouso Alegre trabalharão em conjunto. Os núcleos irão compartilhar os trabalhos já realizados, as experiências adquiridas e informações. Além de realizar o planejamento de ações de forma coletiva, desenvolver o material pedagógico colaborativamente e outras atividades necessárias para a prática do trabalho.

A expectativa é que a partir do trabalho em conjunto haja uma maior aproximação entre as regionais, com o objetivo de obter melhores resultados no processo de ensino aprendizagem, utilizando-se das várias ferramentas tecnológicas já disponíveis no ambiente escolar.

Foi realizada uma reunião com membros dos NTEs das duas regionais para oficialização da parceria. Foto: Divulgação

“Estamos estreitando laços. As duas Superintendências são muito próximas e tem tempo que trabalhamos juntos. Agora estamos oficializando a parceria. O planejamento dos nossos núcleos será conjunto e vamos ter encontros periódicos para ver quais as necessidades das nossas escolas e da nossa regional. Também vamos trabalhar juntos nas capacitações e fazer com que as escolas das duas regionais se beneficiem”, destaca a diretora da SRE de Pouso Alegre, Andréa Silva Adão Reis. A regional atende a 70 escolas estaduais de 30 municípios mineiros.

Um dos projetos desenvolvidos pela regional de Itajubá e que deve ser compartilhado é o que estimula os alunos a criarem revistinhas em quadrinhos no computador. “O projeto foi apresentado na reunião que marcou a assinatura do termo de parceria. Queremos ampliar esse projeto que hoje é desenvolvido em escolas piloto da nossa SRE”, afirma a diretora da SRE de Itajubá, Silvia Renata Teixeira. A SRE de Itajubá atende a 45 escolas estaduais distribuídas por 21 municípios.

Núcleo de Tecnologia Educacional

Todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) têm um NTE. Os núcleos são formados por técnicos de suporte e pedagógicos, que promovem cursos e oficinas, dando suporte tecnológico, acompanhando e avaliando os projetos pedagógicos das unidades escolares relacionadas à jurisdição da SRE.

Entre as atribuições dos técnicos de suporte está a manutenção dos equipamentos de informática, apoio e coordenação de eventuais serviços de terceiros, com o objetivo de assegurar a implementação da rede física das escolas. Já os técnicos pedagógicos devem fazer com que as escolas da Superintendência possam utilizar as Tecnologias Educacionais para a melhoria da qualidade do ensino, através de monitoramento, apoio e controle das atividades realizadas nas escolas.

Enviar para impressão