Volta às aulas na E.E. Martin Cyprien, em Divinópolis, foi marcada por muita alegria e acolhimento. Foto: Arquivo da Escola

Nas 132 escolas estaduais da jurisdição da Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Divinópolis, a tônica desta segunda-feira (19/2) foi a acolhida aos alunos. Na Escola Estadual Francisco Fernandes, no município de Oliveira, equipe gestora, supervisão e docentes realizaram na semana anterior, quando teve início no ano escolar na rede estadual (15/2), uma série de reuniões pedagógicas dedicadas ao planejamento das atividades de retomada do período letivo.

Seguindo a mesma linha, no contexto institucional da SRE, o Setor Pedagógico tem se mantido concentrado na elaboração do Plano de Ação que norteará a atuação das equipes que prestarão suporte às unidades de ensino durante todo o ano de 2018. “Esse momento de planejamento corresponde ao que preconiza a carta às escolas, encaminhada pela Secretaria de Estado de Educação no início de fevereiro a todas as unidades. A busca pelo contínuo aprimoramento da qualidade do ensino passa pela efetiva organização dos processos educacionais e pelo planejamento do atendimento educacional que será desenvolvido ao longo do ano”, comenta Neusa Maria Cançado Guimarães, coordenadora do Setor Pedagógico da SRE Divinópolis.

A Escola Estadual Dona Antônia Valadares, de Divinópolis, recepcionou os estudantes comemorando um grande passo dado pela unidade de ensino no sentido da educação inclusiva. “Agora temos alunos com deficiência auditiva matriculados em todas as séries do ensino médio. E, ao mesmo tempo, estamos recebendo inscrições para o preenchimento de 40 vagas do curso técnico de Tradução e Interpretação de Libras, o que contribui para a qualificação de profissionais que futuramente auxiliarão as práticas pedagógicas voltadas à inclusão de surdos”, ressalta Kênio Cristino Borba, diretor da escola.

Na E.E. Dona Antônia Valadares, em Divinópolis, a volta às aulas trouxe novidades: este ano, a escola vai oferecer o curso técnico de Tradução e Interpretação de Libras. Foto: Arquivo da Escola

A Escola Estadual Imaculada Conceição, do município de Itapecerica, recebeu os alunos com a biblioteca organizada e recheada por um novo acervo de livros didáticos e de literatura infanto-juvenil. “Outro exemplo das inovações que serão concretizadas em 2018 são os plantões nos contraturnos para o ensino médio, visando uma preparação mais intensiva para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e vestibulares”, adianta Soraya Efigênia Vieira, diretora da instituição.

A E.E. Imaculada Conceição, em Itapecerica, recebeu os alunos com a biblioteca organizada com um novo acervo. Foto: Arquivo da Escola.

Em todas as instituições, o cuidado, a criatividade e o carinho dos docentes e gestores para acolhida dos estudantes foram manifestados por meio de cartazes e atividades de integração e apropriação dos espaços físicos da escola como extensões da atmosfera educacional vivenciada nas salas de aula. Foi essa também a estratégia utilizada pela Escola Estadual Martin Cyprien, de Divinópolis, para celebrar o retorno dos olhares curiosos dos alunos ao lugar em que o direito à aprendizagem deve ser garantido e a busca pelo conhecimento deve ser estimulada: a escola.

Por Andreia Mendes (SRE/Divinópolis)