Encontro aconteceu durante o Fórum Regional de Governo no Território Mata, em Juiz de Fora

O Secretário Adjunto de Educação, Wieland Silberschneider, e a Subsecretária de Informações e Tecnologias Educacionais, Mara Cristina Santos, da Secretaria de Estado de Educação (SEE), participaram na tarde desta quinta-feira (08/06) de encontro com prefeitos e secretários municipais de educação de cidades que compõem o Território da Mata. O evento, que aconteceu na sala Minas, do Expominas Juiz de Fora, fez parte de uma agenda do Fórum Regional de Governo no Território Mata, promovido pelo Governo do Estado, com objetivo de ouvir a população em toda Minas Gerais sobre propostas e projetos de políticas públicas promovidas pelas secretarias e órgãos estaduais. Nessa nova fase, os fóruns acontecerão em todos os 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado.

Na Educação, o Território Mata reúne as Superintendências Regionais de Ensino de Juiz de Fora, Barbacena, Carangola, Caxambu, Leopoldina, Muriaé, Ponte Nova e Ubá. Durante o encontro, a equipe da SEE fez um apelo aos gestores municipais de educação para adesão aos sistemas de monitoramento e avaliativos disponibilizados pela Secretaria de Estado, no modo on-line, para que se construa um sólido banco de dados e informações que permitam intervir durante processo educacional do estudante e auxiliem no planejamento de políticas públicas que melhorem significativamente a oferta e a qualidade educacional em todo o estado.

O secretário adjunto falou aos gestores municipais de educação e prefeitos da região da Mata - Foto: Elian Oliveira/ACS-SEE

A diretora de Avaliação da Aprendizagem da SEE, Rosane Gonçalves de Melo, apresentou os sistemas de monitoramento e os itinerários avaliativos, disponibilizados pela SEE aos gestores escolares e ao município, e explicou como aderir, executar o preenchimento de formulários e enviá-los aos bancos de dados. Os itinerários avaliativos promovem a análise de dados e debates para a construção coletiva da avaliação interna e a definição de plano de ação nas escolas estaduais para melhorar e consolidar o processo de aprendizagem de seus estudantes.

Feita a adesão, devem participar do processo avaliativo todos os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Em agosto, será disponibilizada uma avaliação intermediária, onde os professores poderão acessar dados que os ajudem a pensar ações que melhorem os desempenhos tanto individuais como coletiva. A adesão ao sistema pode ser feita pelo endereço adesaosistemademonitoramento@educacao.mg.gov.br.

A Subsecretária Mara Santos reafirmou a importância da correção e fidelidade de dados lançados nos sistemas disponibilizados pelo Estado (Simade e Simave) e pelo Ministério da Educação (MEC) - Educacenso. “A fidelidade dessas informações são também importantes na garantia dos recursos federais e estaduais para a educação aos municípios, lembrando que pequenos detalhes que venham a ser esquecidos podem causar impactos significativos nos orçamentos a serem liberados”, destaca a subsecretária.

Mara sugeriu aos novos gestores (empossados a partir de janeiro) que deem prosseguimento aos Planos Municipais de Educação, uma vez que o cumprimento de suas metas nos municípios, influenciarão nos resultados do um pacto entre municípios, estados e a esfera federal, em seus respectivos Planos Estaduais e Nacional. A subsecretária Mara solicitou ainda aos gestores que divulguem aos professores de seus municípios a plataforma Escola Interativa, disponível no site da SEE, onde encontrarão diversas ações, programas e suportes educacionais abertos a todo o público.

Polem

O secretário adjunto Wieland Silberschneider anunciou o lançamento dos pilares da Educação Integral e Integrada para os anos finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio, com a criação das Escolas Polem (Polos de Educação Múltipla) a serem iniciados em 270 escolas estaduais, de 170 municípios, incluídas escolas do campo. “A implantação das Escolas Polo de Educação Múltipla (Polem) é desafiadora, pois é um processo de construção para ocupar os alunos no contraturno, com o objetivo de melhorar o poder cognitivo dos jovens e a oferta de oportunidades. Precisamos de uma agenda sistemática com capacidade reflexiva que nos leve a pensar em atividades no contraturno que vão além de retirar os jovens das ruas”, relata.

Wieland alertou os gestores municipais sobre o desafio que virá dessa pactuação, uma vez que implicará em investimentos complementares “em um momento em que na esfera federal se propõe o congelamento de investimentos na Educação por 20 anos”. Ele faz um apelo aos deputados e senadores que representam o estado de Minas no Congresso Nacional para que reflitam sobre essa proposta e no impacto que causará na Educação. “Vivemos em todo o mundo uma grande mudança do modelo de desenvolvimento e será a Educação que formará cidadãos e cidadãs com capital intelectual capaz de conduzir esse novo processo”.

O prefeito de Pirapetinga, Enoghallinton de Abreu Arruda, classificou o encontro como de “grande importância para a integração regional e o atendimento a demandas da educação, tanto local quanto em todo o território”. A secretária de Educação do município, Sandra Lomba, elogiou a oportunidade de “aproximação entre a Educação do estado e dos municípios”.

A Secretária de Educação de Juiz de Fora considerou muito positivo o encontro com a SEE - Foto: Elian Oliveira/ACS-SEE

A secretária municipal de Educação de Juiz de Fora, Denise Vieira Franco, disse que estabelecer relações de colaboração é sempre muito bom. “Já temos uma relação de integração muito positiva com a Superintendência Regional de Ensino de Juiz de Fora. Nos reunimos muito com secretários de Educação de municípios vizinhos, o que ajuda a manter uma troca de experiências entre nossos pares e permite agilidade nas soluções. Esses fóruns, plenárias e conferências são de suma importância, pois são momentos que podemos ouvir, falar e propor”, comentou.

Para a estudante Ana Lídia Resende Paula, da Escola Estadual Adalgisa de Paula Duque, em Lima Duarte, é importante perceber a preocupação do governo com a transparência e em promover um diálogo com os diversos setores. “O evento foi maravilhoso, adorei passar pelos estandes ver um pouquinho do trabalhado das secretarias. Sou uma entusiasta dos governos mais populares como o de Pimentel, justamente por enxergar neles este espaço para conversar. Como aluna do Ensino Médio, consigo perceber grande avanço nas políticas inclusivas, no diálogo com a juventude e na integração com as minorias. A Virada Educação (uma campanha da SEE, lançada em 2015, para trazer de volta à escola jovens que abandonaram os estudos) mudou minha vida. Desejo que esses fóruns continuem a acontecer”, comemorou a estudante.

O subsecretário Professor David Junior conversou com servidores durante visita à SRE/Juiz de Fora: Foto: Elian Oliveira/ACAS

Na manhã desta sexta-feira (09/06) a diretora da SRE Juiz de Fora, Fernanda Moura, acompanhou o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antônio David de Sousa Júnior, a uma visita aos servidores da Superintendência.

Por Elian Oliveira (ACS/SEEMG)

Enviar para impressão