Iniciativa foi realizada entre os dias 22 e 27 de agostos

 

Apresentações artísticas, culturais e muito diálogo e reflexões marcaram a “Semana Escola em Movimento”. Realizada entre os dias 22 e 27 de agosto, a iniciativa contou com a participação de todas as escolas da rede estadual de ensino de Minas Gerais e foi dedicada à discussão sobre os processos de avaliação interna e externa, ambos realizados por meio do Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública (Simave).

Na Escola Estadual Vila Isa, em Governador Valadares, a semana foi iniciada com uma atividade artística que contou com a participação de toda comunidade. “Começou com uma apresentação artística feita pelos alunos; depois falamos com os pais sobre o objetivo da semana, que iríamos refletir sobre a nossa prática e discutir a gestão participativa”, destaca a diretora da escola, Lídia Soares Pereira.

A “Semana Escola em Movimento” também foi um momento para a comunidade escolar começar a planejar suas ações para a Virada Educação Minas Gerais 2016. Foto: Arquivo da Escola

Mesmo a escola atendendo apenas aos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, os estudantes também tiveram a oportunidade de apresentar o que, para eles, deveria mudar na escola. “Nós os agrupamos por ano de escolaridade e a partir de dinâmicas eles foram colocando suas ideias e questionamentos e falando o que acham que está bom na escola e o que precisa melhorar”, conta a diretora.

Os pais, que já participam ativamente do dia a dia da escola, também deram suas contribuições e os professores tiveram a oportunidade de refletir sobre sua prática, como explica Lídia. “Achei muito importante esse momento. Precisamos de tempo em tempo refletir sobre as nossas ações. Mesmo acontecendo reuniões semanalmente com os professores, foi um momento de ouvir os educadores também. Os pais também tiveram uma grande participação”, conclui.

No município de Uberaba, a Escola Estadual Francisco Cândido Xavier , que atende a alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, foi tomada por atividades que envolveram toda a comunidade escolar e que terão continuidade mesmo com o encerramento da semana.

Apresentações, diálogos e reflexões marcaram a Semana da Escola em Movimento. Foto: Arquivo da Escola

“Fizemos uma horta suspensa com material reciclado e um jardim vertical, reutilizamos pneus e jornais. Fizemos trabalhos com argila e escrita egípcia, além de musicalização e capoeira. Aqui na escola as atividades não vão terminar no sábado. Quero dar continuidade, porque deu muito certo. Tivemos aulas diferenciadas e não ficamos só dentro de sala de aula. Eu vi que é possível. É possível fazer os alunos aprenderem mesmo fora de sala de aula. Tivemos a oportunidade de refletir nossa prática de diferentes maneiras”, conta a Especialista em Educação da escola, Liliane Alves de Oliveira.

O estudante do 3º ano do Ensino Médio, Rafael José da Silva, também aprovou a iniciativa. “Eu sou representante de sala e uma de nossas preocupações é esse diálogo. Que a escola pergunte o que nós queremos. A semana foi muito proveitosa por isso. Houve participação de todo mundo. Tivemos um momento de debate e anotamos nossas sugestões. Nós fomos ouvidos e ainda tivemos a oportunidade de participar de aulas diferenciadas”, pontua.

O Centro Estadual de Educação Continuada (Cesec) Professor Júlio de Carvalho Soares, em Ferros, também participou das atividades. Na escola, que atende alunos da Educação de Jovens e Adultos, o momento foi dedicado à reflexão. “No caso do Cesec, não participamos das avaliações externas do Simave, mas utilizamos os gráficos do nosso rendimento por conteúdo. Foi um momento muito importante para discutir o nosso trabalho. Esse ano, o nosso quadro de professores mudou muito e a conversa que tivemos foi muito proveitosa. Também foi um momento muito bom com os alunos, porque eles são muito tímidos e durante nossas rodas de conversas eles só soltaram mais”, ressalta a diretora do Cesec, Tereza Cristina Almeida Silveira.

Como atividade diferenciada, a escola apresentou para a comunidade um trabalho realizado pelos alunos que falou contou os causos de personagens da história local.

A “Semana Escola em Movimento” também foi um momento para a comunidade escolar começar a planejar suas ações para a Virada Educação Minas Gerais 2016, que será realizada no dia 17 de setembro.

Confira as postagens das atividades realizadas pelas escolas no Facebook