O evento foi durante cerimônia de entrega de quadra poliesportiva na Escola Estadual Astolfo Dutra

Duas ex-educadoras da Escola Estadual Astolfo Dutra, de Cataguases (SRE-Leopoldina), foram homenageadas por ocasião da inauguração de quadra poliesportiva e da sala de informática da unidade. A quadra recebeu o nome da Professora Wanda da Silva Andrade, e a sala de informática da escola foi batizada de “Sala de Informática Professora Lucinea de Araújo”. Ambas as professoras já faleceram. A homenagem aconteceu nesta quinta-feira (23/06) e contou com a presença da secretária de Educação, Macaé Evaristo. 

A Escola foi criada em 1932 e funcionava em outro prédio com 03 unidades educacionais. No ano de 1977, a unidade mudou-se para o local onde hoje funciona a escola, que atende um total de 286 alunos, do 1º ano ao 9º ano do ensino fundamental.
A quadra poliesportiva coberta inaugurada oficialmente nesta quinta mede 369,26 m². Para sua construção, foram gastos R$ 197.470,08, sendo R$ 33.133,21 em recursos do governo Estadual e o restante do Federal. “A quadra coberta era um sonho de toda a comunidade do entorno, uma vez que são escassas as áreas de lazer na vizinhança”, explicou a diretora Solange Soares Cabral Riguete.

Macaé e Sidilúcio inauguram quadra poliesportiva em Cataguases. Foto: Elian Oliveira/ACS-SEE

Nos finais de semana, a comunidade participa de atividades de futsal, handebol, vôlei, dança, capoeira, percussão e horta escolar graças ao Programa Escola Aberta, da SEE, e a outros projetos. Segundo o superintendente de ensino de Leopoldina, Sidilúcio Ribeiro Senra, a escola tem diversos parceiros “entre eles a associação de bairro e a prefeitura, que ajudam na manutenção e limpeza do terreno”.

Durante o descerramento das placas de inauguração e homenagem às educadoras, a secretária Macaé Evaristo exaltou a tradição da comunidade escolar em compartilhar suas atividades com toda a sociedade e sugeriu a ampliação das parcerias já existentes com a escola Astolfo Dutra. “Nós passamos, mas o que fazemos permanece, e o exemplo de dedicação dessas duas educadoras resultou no carinho demonstrado pela comunidade na decisão em homenageá-las. Recordar seus ensinamentos é também torná-las presentes”.

O laboratório de informática recebeu nome da ex-educadora Lucinea Araújo. Foto Elian Oliveira/ACS-SEE

Wanda da Silva Andrade foi a primeira diretora da escola, inaugurada em 1977 no prédio instalado no bairro Dico Leite. Segundo a diretora, Solange Soares Cabral Riguete, Wanda dedicou sua vida à educação como professora, diretora, orientadora educacional e “mesmo depois de aposentada, continuou a participar de diversas atividades junto à comunidade escolar”.

Lucinea de Araújo foi professora de Ciências na escola e se destacou nos programas com a juventude, principalmente no que se referia á sexualidade, meio ambiente e prevenção às drogas. Emocionado, o filho de Lucinea, o médico Rafael Silva Severino, contou do envolvimento dela nesses projetos. “Ela se empolgava muito e sempre que chegava em casa contava para mim e minha irmã Cristiane sobre suas ideias e ideais”, disse ele.

Educadores, servidores da escola, alunos, representantes das comunidades vizinhas, familiares, amigos das homenageadas e autoridades locais acompanharam o descerramento das placas comemorativas.

A quadra poliesportiva era um sonho também da comunidade do entorno da Escola. Foto: Elian Oliveira/ACS-SEE

Na parte da manhã, a secretária Macaé Evaristo participou, com o governador Fernando Pimentel, de solenidade no Centro Cultural Humberto Mauro de entrega das obras da quadra e anúncio pelo governador de uma série de medidas nas áreas de infraestrutura, saúde e educação da cidade de Cataguases.

Enviar para impressão