Na sexta-feira, os gestores participarão do “Debate Público Planejando a Educação em Minas Gerais – Metas para Financiamento e Redução das Desigualdades Educacionais”, na ALMG

Temas como o Plano Decenal de Educação, o Programa de Avaliação da Aprendizagem Escolar (PAAE) e o Censo Escolar foram discutidos na manhã desta quinta-feira (18/02) com os 47 diretores das Superintendências Regionais de Ensino (SREs). O encontro aconteceu na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte.

Durante a segunda reunião gerencial de 2016, a subsecretária de Informações e Tecnologias Educacionais, Júnia Sales Pereira, esclareceu dúvidas sobre as inscrições para a escolha de mobilizadores locais que irão atuar na Rede de Assistência Técnica ao Plano Decenal de Educação. “O Ministério da Educação está organizando essas redes de assistência técnica em cada estado e cada Secretaria de Estado de Educação estará, nessa fase, acompanhando os municípios na observação de suas metas e oferecendo subsídios para que eles cumpram seus desafios. É um regime de co-responsabilidade, não é de tutela e nem de fiscalização”, destacou.

Reunião foi realizada nesta quinta-feira. Foto: Geanine Nogueira ACS/SEE

 

Os mobilizadores serão selecionados, em duas etapas. Na primeira fase, os interessados se inscreverão encaminhando documentação via Correios para a sede da Secretaria de Estado de Educação. Na segunda etapa, os candidatos pré-selecionados serão entrevistados. Ao todo, serão selecionados 47 avaliadores educacionais (mobilizadores locais) - 24 pela Secretaria de Estado da Educação (SEE) e 23 pela União Nacional de Dirigentes Municipais de Educação (Undime) - que serão responsáveis pela produção de dados e relatórios, relacionados aos Planos Municipais de Educação em todo o Estado. O prazo de inscrição termina amanhã (19/02).

Na sexta-feira (19/02), os diretores das SREs participarão do “Debate Público Planejando a Educação em Minas Gerais – Metas para Financiamento e Redução das Desigualdades Educacionais”. O debate faz parte da discussão do Plano Estadual de Educação (PEE), contido no Projeto de Lei (PL) 2.882 de 2015, e será realizado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Continuação da agenda

Ainda nessa quinta-feira, os educadores discutiram a iniciativa que abre a possibilidade de as escolas estaduais reorganizarem as turmas específicas de aceleração. Essas turmas serão voltadas aos alunos do Ensino Fundamental que tenham dificuldades na leitura e na escrita. Também foi discutido o Ensino Médio Noturno e a Educação de Jovens e Adultos, além de temas ligados à nomeação de servidores da Educação e designação.

Enviar para impressão