No segundo semestre deste ano, iniciativa, que já era desenvolvida em 251 escolas estaduais, foi expandida para mais 774 unidades de ensino do ensino fundamental

A partir do segundo semestre deste ano, a Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE), no âmbito do programa Gestão pela Aprendizagem, foi estendida para mais 774 escolas públicas estaduais de ensino fundamental e as unidades já deram início às atividades propostas pela iniciativa. E, já nos primeiros meses de atuação e execução das ações nas escolas, os gestores verificaram um aumento no engajamento dos estudantes nas atividades do Regime de Estudo não Presencial e no envolvimento das famílias.

Na Escola Estadual Astolfo Dutra, no município de Cataguases, a diretora Solange Soares Cabral Riguete conta que a GIDE chegou para complementar as ações que estavam sendo feitas. “Eu considero que a GIDE veio para somar com o trabalho que a escola estava fazendo. Isso é muito positivo. Além disso, deu um novo ânimo à escola. São poucos dias, mas já consideramos que está surtindo efeito. Os alunos estão mais motivados e as famílias estão participando mais das ações planejadas”, afirma Solange.

Alunos da Escola Estadual Astolfo Dutra já estão organizando seus cantinhos de estudo. Foto: Arquivo da Escola

Os estudantes foram estimulados a organizar um cantinho de estudo em casa e estão auxiliando na criação de um mascote. “Essa organização é importante porque é uma forma do aluno ter mais disciplina com o horário e com a concentração, o que acreditamos que contribui para o melhor desenvolvimento da aprendizagem”, ressalta a diretora. A escola também fez uma pesquisa para saber como os alunos estão organizando suas atividades.

No município de Lajinha, a Escola Estadual Arnaldo Leite Ribeiro também já deu início às atividades. Para incentivar os alunos a elaborarem seus cantinhos de estudos, os professores enviaram fotos de seus locais de trabalho em casa. “Queríamos nos mostrar como exemplo e fazer com que os estudantes entendam a importância da organização do espaço”, afirma o diretor da escola, Carlos Rodrigues Ambrósio.

O gestor destaca, ainda, como está a implementação da GIDE na unidade de ensino. “As ações estão no início, mas está tudo bem interessante. A GIDE veio para agregar e está expandindo a nossa visão sobre diversos recursos”, conclui Carlos.

Professores da Escola Estadual Arnaldo Leite Ribeiro  mostram para os alunos seus cantinhos de trabalho. Foto: Arquivo da Escola

GIDE

Em Minas Gerais, a GIDE é realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a Fundação de Desenvolvimento Gerencial (FDG). A iniciativa teve início em 2019 com a participação de 251 escolas estaduais que ofertam o ensino fundamental. Com intuito de contribuir na implementação do Regime de Estudo não Presencial, a GIDE, no âmbito do programa Gestão pela Aprendizagem, foi estendida neste ano de 2020 para mais 774 escolas estaduais de ensino fundamental.