Unidades escolares da SRE de Curvelo participam da Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE)

Ao longo de 2020, com a implementação do Regime de Estudo não Presencial, as escolas da rede estadual de ensino que participam da Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE) adaptaram seus planos de ação e estão focadas em desenvolver estratégias que garantam a continuidade do processo de aprendizagem do estudante. Na Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Curvelo, duas escolas convidaram estudantes para desenvolver iniciativas que estimulem os colegas a participarem das atividades do ensino remoto.

Na Escola Estadual Desembargador Canedo, no município de Corinto, o projeto chama “Influenciadores Digitais”. A diretora da escola, Rogerlane Cristina Lessa Trindade, conta como foi pensada a proposta. “Convidamos alunos que já têm prática com a tecnologia para que eles pudessem gravar vídeos que estimulassem os colegas a fazerem os Planos de Estudos Tutorados (PET) e a participarem, cada vez mais, das atividades propostas”. Antes dos vídeos serem gravados, os conteúdos são discutidos com os professores. Quando prontos, eles são enviados para os alunos. Todos os estudantes que participam da iniciativa têm autorização dos pais.

Na Escola Estadual Desembargador Canedo, no município de Corinto, o projeto chama “Influenciadores Digitais”Foto: Arquivo da Escola

De acordo com a gestora da unidade escolar, o “Influenciadores Digitais” teve início há pouco mais de uma semana e, somada às outras ações que a escola vem fazendo, ela acredita que o retorno será positivo. “Já realizamos, também, a gincana e, com as outras propostas do plano de ação, estamos conseguindo alcançar um grande número de alunos. Os resultados estão sendo muito bons”, conclui Rogerlane.

Localizada na mesma cidade, a Escola Estadual Alencastro Guimarães também acredita no poder influenciador dos estudantes. Lá, eles desenvolvem o projeto “Conta pra mim”. A diretora da escola, Ludimila Quércia Pereira de Almeida, explica como a unidade escolar está desenvolvendo a iniciativa. “Selecionamos os alunos que estão participando ativamente das atividades e eles estão sendo os nossos agentes virtuais. Estimulam os colegas a participarem das monitorias e, também, incentivam que façam as atividades propostas nos PETs”.

Já a Escola Estadual Alencastro Guimarães  desenvolve o projeto “Conta pra mim”. Foto: Arquivo da Escola

Segundo a gestora, a partir dos diferentes projetos que a escola está desenvolvendo, ela percebeu um aumento na participação dos estudantes nas atividades do ensino remoto. “No PET volume 1, por exemplo, tínhamos uma participação menor do que a observada hoje. Esse número já cresceu”, afirma.

A GIDE

Em Minas Gerais, a GIDE é realizada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a Fundação de Desenvolvimento Gerencial (FDG). A iniciativa teve início em 2019 com a participação de 251 escolas estaduais que ofertam o ensino fundamental. Com intuito de contribuir na implementação do Regime de Estudo não Presencial, a GIDE, no âmbito do programa Gestão pela Aprendizagem, está sendo estendida neste ano de 2020 para mais 777 escolas estaduais.

Leia mais

- Para contribuir com o Regime de Estudo não Presencial, a Gestão Integrada da Educação Avançada (GIDE) será desenvolvida em mais 777 escolas estaduais de ensino fundamental