Super-heróis elaborados pelos professores de Ciências da Natureza  para a chamada da atividade



A atual realidade de isolamento social e aulas remotas na rede estadual de Minas tem sido encarada com muita dedicação por todos. Mas, especialmente os professores, têm conseguido superar as adversidades e construir propostas criativas para superar o momento. Um exemplo disso, é a Escola Estadual Manoel Loureiro, em João Monlevade, Região Central do estado, que criou a semana de “Práticas Exitosas”. Todas as áreas de conhecimento foram contempladas com atividades complementares que envolvem criação de memes e personagens de super-heróis, jogos de perguntas e respostas, entre outras coisas.

Desde que foi implementado o Regime de Estudos não Presencial, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), medida adotada para o enfrentamento da pandemia da Covid-19, os professores da unidade de ensino se reuniram para pensar como seria possível viabilizar um projeto que envolvesse toda a comunidade escolar.

Segundo o diretor da escola, Joel Santos, todos os anos a unidade de ensino tem o hábito de desenvolver atividades complementares. A novidade foi pensar as iniciativas que pudessem ser feitas sem o aluno estar presente em sala de aula. “Pensamos em coisas que pudessem envolver mais os alunos e as famílias. Essas atividades são boas, pois têm retorno mais rápido do aprendizado”, contou.

Ainda de acordo com Joel, as iniciativas foram construídas durante reuniões que contaram com a participação dos professores. “Cada um foi trazendo as ideias e fomos estruturando as práticas, vendo as habilidades que a gente queria e desenvolvendo a interdisciplinaridade delas”, destacou.

As atividades da Semana de Práticas Exitosas foram pensadas para ocorrer nos dias destinados ao período de transição entre o conteúdo do segundo para o terceiro volume do Plano de Estudo Tutorado (PET), principal ferramenta desenvolvida para o Regime de Estudo não Presencial, que se junta ao aplicativo Conexão Escola e às teleaulas do programa Se Liga na Educação.

Programação

Para a temática de linguagens, os professores criaram memes com a música “Boate Azul” e os alunos tiveram que desenvolver uma releitura da canção, desenhos ou vídeos, demonstrando como a rotina deles tem sido afetada pelo isolamento social. Para a parte de humanas, os professores construíram bonecas Abayomi – símbolo de resistência e tradição -, trabalharam sua história e fizeram um vídeo demonstrando a confecção dela. Na sequência, o objeto foi entregue a outro professor que fosse representativo para quem estava construindo a boneca. Da mesma forma, os alunos tinham que construir uma e repassar a quem de sua casa fosse símbolo do que o brinquedo representa.

Professora Deisy Cota apresenta sua Boneca Abayomi. Foto: Arquivo Escola Estadual  Manoel Loureiro

 

 

Além disso, para matemática foi feito um quiz em que os alunos respondiam a jogos e encaminhavam as respostas aos professores. Em outra atividade, os alunos tinham que criar super-heróis, dar a ele poderes, que ajudasse a prevenir no cotidiano.

Segundo o diretor da escola, Joel Santos, para aqueles estudantes que não têm acesso à internet, as atividades serão encaminhadas junto com o PET volume 3. Nestes casos, foi feito um tutorial impresso para os alunos participarem de tudo que foi proposto.

Algumas das atividades em vídeo desenvolvidas pelos alunos podem ser conferidas na página da escola, basta clicar aqui.