Começa, nesta segunda-feira (10/02), o ano letivo nas escolas da rede estadual de Minas Gerais. Segundo o Calendário Escolar 2020, estabelecido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), a data marca o retorno às aulas dos alunos que já integram a rede e também os novos estudantes. Ao todo, 1,8 mi cursam os ensinos fundamental, médio e profissionalizante nas unidades de ensino estaduais que estão de portas abertas hoje para acolher e iniciar os estudos em 2020.

O calendário escolar é unificado em todas as escolas o que garante melhorias no planejamento e reforço no conceito de rede. O recesso escolar do mês de julho, por exemplo, será de 13 a 25. O fim do ano letivo está previsto para o dia 16 de dezembro e do ano escolar para o dia 18 do mesmo mês.

Datas importantes para a organização e gestão das unidades escolares de ensino também foram organizadas e constam no calendário, como o período de duração dos bimestres, de realização dos conselhos de classe e reuniões com os responsáveis, além de datas para lançamento de resultados bimestrais pelos diretores e professores, por exemplo.

Ampliação de vagas

Para este ano, uma das principais novidades é a ampliação das vagas no Ensino Médio de Tempo Integral. A modalidade, que neste ano terá cerca de 40 mil vagas, permite que o estudante passe mais tempo na escola, o que contribui para que ele tenha mais tempo para se dedicar aos estudos e também para aprender uma profissão, no caso de quem optar pelo ensino médio de tempo integral profissionalizante.

Em 2020, o Ensino Médio de Tempo Integral será realidade em 281 escolas estaduais mineiras, das 47 Superintendências Regionais de Ensino. A iniciativa possibilita aos estudantes que estejam iniciando o 1º ano do ensino médio ingressar mais facilmente no mercado do trabalho, por meio de cursos profissionalizantes, ou conquistar a tão sonhada vaga em uma faculdade. De acordo com um estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) os alunos formados no Ensino Médio de Tempo Integral possuem 17% mais chance de ingressarem no ensino superior.

Infraestrutura

Além disso, várias unidades de ensino que foram selecionadas no Programa Mãos à Obra na Escola receberam melhorias na infraestrutura para o começo das aulas. Este é o caso da Escola Estadual José Bonifácio Nogueira, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) que recebeu telhado novo, cozinha reconstruída, melhorias na parte elétrica, nova pintura e revitalização do jardim. A unidade de ensino é uma das mais de 770 que integram o programa e que receberam recursos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerias (SEE/MG) para a realização das melhorias.

Currículo Referência

O Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental estará efetivamente nas salas de aula a partir deste ano. Para que os educadores possam trabalhar o documento da melhor forma, as escolas mineiras discutiram o CRMG ao longo de 2019 e conheceram a fundo o Currículo.

O documento, que foi homologado em dezembro de 2018, foi elaborado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras e de um trabalho em regime de colaboração entre a SEE/MG e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, seccional de Minas Gerais (Undime-MG).