Documento foi elaborado em regime de colaboração entre a SEE e a Undime-MG e, a partir desse ano, estará presente em todas as escolas mineiras

O ano letivo de 2020 será de novidades para as escolas mineiras. Isso porque o Currículo Referência de Minas Gerais para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental estará presente nas salas de aula de todas as unidades de ensino – municipais, estaduais e privadas. O documento foi elaborado em regime de colaboração entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, seccional Minas Gerais (Undime-MG).

Formatado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Currículo mineiro é resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras e de um trabalho intenso. O ano de 2019 foi dedicado à transição e as escolas e comunidades tiveram a oportunidade de participar de formações e conhecer a fundo o documento.

A coordenadora do Currículo pela Undime-MG, Maria Virgínia Morais Garcia, ressalta que a partir de agora o trabalho de capacitação dos educadores será intensificado. “Neste ano, vamos trabalhar em duas frentes: formação dos professores e a revisão dos Projetos Políticos Pedagógicos (PPPs). É importante que as escolas se apropriem dos PPPs porque ele vai ajudar os profissionais a caminhar e buscar novas metas”, ressalta.

Maria Virgínia também destaca as particularidades encontradas no Estado para a implementação do Currículo. “Minas Gerais é sempre um desafio pelo tamanho e números que são muito grandes. Mas estamos muito confiantes porque temos o empenho de todos os 853 municípios para levar esse currículo para dentro das escolas. Com a implementação desse documento, com certeza, estamos trazendo mais qualidade para a educação do nosso Estado”, conclui.

Equidade no aprendizado

A implementação do Currículo traz para os estudantes a garantia do direito à aprendizagem em todo território mineiro. Os alunos poderão transitar entre as escolas com maior facilidade, pois todas as redes irão seguir o mesmo Currículo, como explica a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica da SEE/MG e coordenadora Estadual do Currículo, Geniana Faria.

“O Currículo Referência de Minas Gerais é uma grande política pública para o nosso Estado. Ele vai oportunizar que todos os estudantes, independente da rede que eles estejam matriculados, tenham garantia e acesso à aprendizagem mínima que está descrita no Currículo. O documento traz clareza de quais são as habilidades que todos os estudantes mineiros devem desenvolver da educação infantil ao ensino fundamental”, afirma Geniana.

Equipe

Para atender as mais de 12 mil escolas, entre estaduais e municipais, foi organizada uma estrutura de governança. A equipe central da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que fica na Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores, em Belo Horizonte, elabora conteúdos, oficinas e organiza o material que é disponibilizado em uma plataforma de formação. Essa equipe conta com representantes das redes estadual e municipais.

Além disso, cada uma das 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) conta com uma equipe regional e cada município com uma equipe local. Essa equipe será capacitada pela regional que, sendo multiplicadora da ação, deverá formar os educadores da rede municipal e estadual.
Espaço dedicado ao currículo

A SEE/MG conta com um site repleto de informações sobre o Currículo Referência de Minas Gerais para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental. No https://curriculoreferencia.educacao.mg.gov.br/ é possível acessar o documento completo com a apresentação das habilidades mínimas e objetos de conhecimento que precisam ser desenvolvidos em cada etapa da educação básica, cursos e conhecer o processo de elaboração do documento.