Minas Gerais está dando mais um passo para a construção do Currículo Referência do Ensino Médio. No período de 1 a 17 de novembro toda sociedade poderá discutir e apresentar contribuições, por meio de uma consulta pública, à versão preliminar do currículo que foi elaborada em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Para participar da consulta é necessário realizar um cadastro na plataforma e acessar os links para cada área de conhecimento: Matemática e suas tecnologiasLinguagens e suas tecnologiasCiências Humanas e Sociais AplicadasCiências da Natureza e suas tecnologias

“É muito importante que toda comunidade escolar participe desse movimento de construção coletiva do Currículo Referência de Minas Gerais para o ensino médio. Esse é um documento que deve expressar o desejo de toda sociedade mineira. É a nossa grande oportunidade de fazer considerações e pensar qual educação queremos para os nossos jovens. Esperamos uma participação bastante ampliada e diversa, com olhares que expressem um documento mineiro”, destaca a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Geniana Guimarães Faria.

Os participantes da consulta pública poderão sugerir retirada ou acréscimo de conteúdos. As sugestões aditivas deverão ter como objetivo sugerir o acréscimo de novas habilidades ou de modificações nos descritores das habilidades. Já as supressivas (parciais ou totais) terão como objetivo sugerir a exclusão de habilidades ou descritores de habilidades, desde que não estejam previstos na BNCC.

A partir das novas contribuições coletadas, será elaborada a versão final a ser encaminhada para validação e normatização no Conselho Estadual de Educação (CEE).

Guia para Participação

Para auxiliar a sociedade na participação da consulta pública, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) elaborou um Guia para Participação. No documento, os interessados podem conhecer um pouco da construção da versão preliminar e assistir a um tutorial de navegação na Plataforma Online de Consulta Pública.

Construção do documento

Para a construção do documento, no início de 2019, foram selecionados pela SEE/MG e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Minas Gerais (Undime-MG) 18 redatores. Eles são educadores que possuem vasta experiência na rede de ensino pública estadual e municipal e tiveram a oportunidade de participar de formações realizadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Participação dos estudantes

Os estudantes mineiros também participaram da construção do documento. No mês de setembro foi realizado, em Minas Gerais, o “Dia do Currículo”, que contou com a participação de escolas estaduais e municipais. Durante a ação, os alunos responderam ao Questionário de Escuta para um Novo Ensino Médio. Foi um momento de reflexão e engajamento que contou com a participação de 798 municípios, 3.571 escolas e 151.415 respostas ao questionário.

Ao responderem ao questionário, os estudantes demonstraram a preferência por adquirir maior autonomia e flexibilidade em seus estudos e anseio por serem apoiados pelos educadores na escolha dos caminhos que irão trilhar após a conclusão do Ensino Médio.

Currículo Referência de Minas Gerais para a educação infantil e ensino fundamental

Em dezembro de 2018, foi homologado o Currículo Referência de Minas Gerais para a educação infantil e ensino fundamental. O documento foi elaborado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras e de um trabalho em regime de colaboração. O ano de 2019 é de transição e dedicado à formação dos profissionais da educação e estudo do Currículo Referência. Já em 2020, ele estará efetivamente nas escolas.