Ação é promovida pela “Agenda de Convergência do Vale do Aço - Eixo Educação”, que conta com a participação SER de Coronel Fabriciano 

Professores, gestores e especialistas dos 11 municípios que compõem a Superintendência Regional de Ensino (SRE) de Coronel Fabriciano participaram, nesta quarta-feira (10/7), de encontro promovido pela “Agenda de Convergência do Vale do Aço - Eixo Educação”.

Com o tema "Currículo Na Prática", o encontro é uma das iniciativas para formação de professores para implementação do Currículo Referência de Minas Gerais. Ele reúne a SRE, a Secretaria de Governança Educacional de Coronel Fabriciano, Secretaria Municipal de Educação de Ipatinga, Secretaria Municipal de Educação de Timóteo e a Faculdade Unileste.

“Estamos trabalhando para instrumentalizar nossos educadores para a implementação do currículo. É uma ação articulada entre as diferentes redes e que está em consonância com o que é proposto pela Secretaria de Estado de Educação”, destaca a Superintendente Regional de Ensino, Edvânia de Lana Morais de Andrade. A reunião aconteceu em Timóteo, no Vale do Aço.

Foto: Divulgação SRE Coronel Fabriciano

Vice-diretora da Escola Estadual Dom Helvécio, no município de Itatinga, Rachel da Silva Ramalho, foi uma das participantes do encontro e conta como sua escola está se apropriando do Currículo Referência Minas Gerais. “Estamos estudando o conteúdo a fundo. O Currículo trouxe a inovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), mas muitas coisas já existiam e outras foram aprimoradas. O nosso objetivo é compreendê-lo e torná-lo ativo na nossa escola”, conta. A unidade atende 780 alunos dos anos iniciais e finais do ensino fundamental.

Currículo
O Currículo Referência de Minas Gerais é resultado de um ano de intenso trabalho em regime de colaboração entre a SEE e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Seccional Minas Gerais (Undime-MG). Ele foi homologado no final do ano passado.

O documento foi elaborado a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras. O ano de 2019 será de transição e dedicado à formação dos profissionais da educação e estudo do Currículo Referência. Já em 2020 ele estará efetivamente nas escolas.