Documento valoriza o ensino por habilidades e competências, além de ter como foco o processo de aprendizagem do estudante

O Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental foi construído a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e é resultado da revisão dos currículos pré-existentes nas redes públicas mineiras. O documento que, este ano, estará presente nas salas de aula traz algumas novidades importantes que devem ser observadas pelos professores e alunos.

“O CRMG abarca a Base Nacional Comum Curricular, mas ele vai muito além. Ele traz para o documento habilidades e competências que toda comunidade escolar, que participou dos momentos de consulta, acharam importante estar neste Currículo. O objetivo é que não perdêssemos as nossas particularidades e que o documento contemplasse toda a diversidade do estado”, afirma a subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e coordenadora Estadual do Currículo, Geniana Faria.

A primeira mudança é o fato do Currículo ser organizado por habilidades, competências e por ano de escolaridade, como explica a subsecretária. “Antes, o Currículo Básico Comum (CBC) trazia uma noção de habilidades, mas em bloco. Agora, o CRMG traz as habilidades por ano de escolaridade e descreve tudo que o estudante vai aprender naquele ano”.

Outra importante mudança é que o componente de Arte vai estar presente em todos os anos de escolaridade. “Anteriormente, a escola podia determinar em qual ano ela ofereceria o componente. O que mudou é que trazemos a Arte para a matriz como um componente obrigatório em todos os anos do ensino fundamental e, também, organizamos as habilidades por ano”, destaca Geniana.

Educação Infantil

Para a coordenadora do CRMG pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, seccional Minas Gerais (Undime-MG), Maria Virgínia Morais Garcia, entre as principais mudanças para a Educação Infantil com a aplicação do CRMG está a interligação entre as diferentes etapas da educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio). “O nosso currículo já começa desde a educação infantil, com as mudanças dos campos de experiência e trabalha a necessidade da criança no falar, no ouvir, no pensar, no sentir, no brincar”, afirma Virgínia.

Plano de ensino

No site https://curriculoreferencia.educacao.mg.gov.br, o professor pode conhecer melhor cada componente presente no CRMG.

Currículo Referência de Minas Gerais

Homologado em dezembro de 2018, o CRMG para a Educação Infantil e Ensino Fundamental foi elaborado a partir da BNCC e é o resultado da revisão dos currículos de todas as redes educacionais mineiras e de um trabalho em regime de colaboração entre a SEE/MG e a Undime-MG.

Leia mais:

-Currículo Referência de Minas Gerais para a Educação Infantil e Ensino Fundamental: uma construção coletiva

-Conhecer para implementar: formações auxiliam professores para colocar em prática nas escolas o Currículo Referência

-Projetos Político Pedagógicos das escolas estaduais mineiras foram elaborados a partir do Currículo Referência de Minas Gerais

Escolas incentivam professores a conhecer e estudar o Currículo Referência de Minas Gerais para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental