Objetivo é estabelecer proximidade entre pais e mães de alunos e a Secretaria de Estado de Educação. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)

Cinco meses após o primeiro encontro, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) recebeu, nesta terça-feira (20/8), o grupo de pais de alunos de escolas estaduais de várias regiões mineiras que participam ativamente da vida escolar de seus filhos. Estiveram presentes representantes da capital e dos municípios de Alfenas, Divinópolis, Ituiutaba, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberaba e Unaí.

Nesta reunião, além de ouvir as demandas e novidades dos pais sobre as escolas onde seus filhos estudam, a secretária Julia Sant’Anna teve a oportunidade de apresentar aos familiares os retornos de assuntos que foram pontuados no primeiro encontro, realizado em 15 de março de 2019. “Conseguimos reestabelecer o repasse de merenda escolar. As escolas estavam mantendo a alimentação dos estudantes só com recursos do governo federal e agora tem também do estadual, na mesma proporção”, contou a secretária.

Pauline Quezada, mãe da Laura Quezada, que estuda na Escola Estadual Professora Judith Vianna, em Alfenas, já percebeu que a filha está mais satisfeita com a merenda escolar. “Antes ela não comia nada, e hoje chega em casa e já não quer almoçar, pois sempre diz estar satisfeita e conta que a comida da escola estava ótima. Antes ela falava mal, agora só elogia”, disse Pauline.

Outro ponto elogiado pelas mães e pelo pai presentes foi a questão da reposição de aulas em até 60 dias em casos de paralisação parcial ou total das escolas. A medida tranquilizou os familiares, que antes ficavam preocupados com a aprendizagem dos estudantes por não saberem se haveria recuperação dos dias letivos perdidos.

“Ter essa reposição de aulas em até 60 dias me deixou despreocupada. Os professores têm seus direitos à paralisação, mas também seu dever de dar continuidade ao trabalho desenvolvido dentro da escola. Fiquei satisfeita”, disse Inaiara Rodrigues, mãe do Ian Rodrigues, que estuda na Escola Estadual Maria Ilidia Rezende Andrade, em Juiz de Fora.

O clima entrosado entre os pais e a secretária fez com que a reunião se transformasse em um agradável bate-papo no qual discutiram as situações corriqueiras das escolas, projetos e atividades de sucesso e pontos que podem ser melhorados.

“Fiquei muito satisfeita com esse segundo encontro com esses pais que são grandes lideranças na mobilização das escolas e no apoio aos diretores e professores. E mais satisfeita ainda em ver que eles já verificam os bons resultados desta gestão que se compromete a fazer um acompanhamento mais próximo das escolas”, comemorou a secretária.

Proximidade com a escola e com estudantes

A participação ativa desses pais nas atividades da escola onde seus filhos estudam são vistos pela SEE/MG como um suporte na elaboração de práticas e políticas educacionais, como explica a secretária Julia.

“Eles estão muito atentos a tudo que vem acontecendo nas instituições de ensino e têm a sensibilidade de entender as dificuldades e do que vem sendo superado por cada um dos diretores das escolas de seus filhos. Para além disso, também fazem avaliação das políticas educacionais a partir do que seus filhos levam para dentro de casa. Então, escutamos a opinião deles tanto sobre a parte pedagógica, do que os alunos falam sobre a merenda e da estrutura da escola, quanto sobre um ponto sofisticado que é a necessidade de reposição de aulas em casos de paralisação. Temos um grupo de pais muito atuantes eles têm nos dado ideias, inclusive, como formuladores de políticas públicas”, concluiu a secretária Julia Sant’Anna.

Para Marli Dias, mãe do Rômulo Dias, que tem 15 anos e estuda na Escola Estadual Professora Maria do Socorro Andrade, em Belo Horizonte, é satisfatório ter com a secretária de Educação de Minas Gerais um diálogo sobre a vivência de pais e mães junto às escolas. “Acredito que, dessa forma, tanto a secretária Julia quanto a secretaria em geral, ficam mais perto do que a gente vive, conhecem os problemas além dos ofícios apresentados, recebem elogios pessoalmente, e isso tudo é muito válido. Estou sempre muito próxima à escola e vejo tudo que acontece, e poder levar isso de uma forma tão espontânea é muito positivo”, disse.

Acesse aqui para ler mais sobre a primeira reunião da secretária Julia Sant'Anna com o grupo de pais de alunos. 

Secretária Julia Sant'Anna com o grupo de pais que são exemplo de participação na vida escolar de seus filhos. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)