Ideias premiadas em edições passadas já estão em execução no Estado

Começam hoje as inscrições da 4ª edição do Prêmio Inova, concurso promovido pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com objetivo de estimular e valorizar ideias que fazem a diferença na rotina da gestão pública. Os servidores interessados em concorrer devem se inscrever no site www.premioinova.mg.gov.br até 9 de agosto.

Criado em 2016, o concurso se consolidou como importante recurso para encontrar medidas de modernização das atividades na administração pública e, com apenas três edições realizadas, já possui diversos projetos vencedores implantados nas secretarias e órgãos do Estado.

O secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy, grande entusiasta da iniciativa, avalia o prêmio como uma ferramenta de reconhecimento da capacidade técnica e criatividade dos profissionais que atuam no governo.

“Na gestão pública é fundamental que os servidores estejam motivados para criarem soluções rápidas e criativas para as demandas do dia a dia. Queremos que os servidores mineiros simplifiquem e desburocratizem as diversas ações em seus órgãos diretos. E queremos disseminar essas ideias para que sejam implementadas em todo o Estado. Fica aqui meu convite a todos os servidores públicos do Estado para se inscreverem no 4º Prêmio Inova Minas Gerais”, convoca Levy.

Na Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), os servidores Anderson Sanguinete, Breno Lasmar, Flávia Maquiné Simão, Flaviana Favoreto e o ex-estagiário Giuliano Bonazzi assinam o projeto “Implementação de novo protocolo de regularização ambiental nas nove Suprams e Suppri vinculadas à Semad, através de Peticionamento no Sistema Eletrônico de Informação – SEI”, segundo colocado na categoria “Ideias Inovadoras Implementáveis”, modalidade “Inovação e Gestão Governamental” em 2018.

O projeto, que fomenta o uso de tecnologias para que pessoas físicas ou jurídicas realizem protocolos e enviem documentos no Sistema Eletrônico de Informações (SEI!MG) para os processos de interesse da Semad, já está em vigor em todas as nove superintendências regionais e em fase de expansão para unidades regionais do Instituto Estadual de Florestas (IEF) e da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam).

O superintendente de Políticas Regionais da Semad, Breno Lasmar, frisa que o projeto ajuda na redução de custos, diminui o uso de papel, garante a segurança das informações e reduz riscos na gestão de documentos, além de auxiliar a Semad para um passo mais importante: a adoção de um sistema totalmente digital dentro da secretaria.

No período de agosto de 2018 a julho de 2019, foram realizados nas Superintendências Regionais mais de 700 peticionamentos online, o que demonstra o grande potencial de uso da ferramenta.

“Inventário SEF” para aparelhos celulares

Na 2ª edição do prêmio, em 2017, os servidores da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), Gabriel Ponciano Nepomuceno, Hudson Botelho, Marcio Modesto da Silva, Pedro Campos, Rodrigo de Deus Castilho e Anderson Felix conquistaram o terceiro lugar na categoria “Iniciativas Implementadas de Sucesso”, modalidade “Inovação em Processos”, com o “Inventário APP: Modernização da gestão patrimonial mobiliária do Estado de Minas Gerais”.

“O aplicativo substitui um aparelho chamado coletor de dados, que é muito caro e obsoleto”, explica o gerente de Prestação e Contas da Diretoria de Administração Financeira e Contábil da SEF, Hudson Botelho. Com o auxílio de servidores que voluntariamente baixaram o aplicativo em seus celulares e fizeram a leitura ótica de plaquetas, o projeto começou a ser implantado em 2016. Quando coletados, os dados podem ser baixados diretamente no Sistema Integrado de Administração de Materiais e Serviços (Siad), excluindo a necessidade de impressões e facilitando a geração de relatórios com informações como a conservação e localização dos objetos.

O uso do “Inventário SEF” foi consolidado nas unidades da SEF e também em outros órgãos após parceria com a Seplag em 2017. “O uso do aplicativo reduziu os gastos com deslocamento de servidores, uso de papel e de aparelhos coletores nas unidades”.

Nos últimos dois anos o aplicativo foi usado em todas as unidades da SEF na Cidade Administrativa e em grande parte das unidades no interior. A eficácia da iniciativa tem despertado o interesse de outras instituições, como o Tribunal de Justiça de Minas Gerais. O aplicativo também foi campeão na categoria “Inovação implementadas nas Administrações Estaduais e Municipais” no Prêmio da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), realizado em 2018.

4° Prêmio Inova

Em 2019, o prêmio possui novo formulário de inscrição, etapa com votação aberta dos agentes públicos para a escolha dos finalistas e avaliação com apresentação oral para a Comissão de Avaliação.

O concurso apresenta duas categorias: “Ideias Inovadoras Implementáveis”, que abrange os projetos em fase inicial, e “Iniciativas Implementadas”, para ações já desenvolvidas com resultados mensuráveis. Os três primeiros lugares de cada categoria receberão prêmios em dinheiro. Os classificados em quarto lugar receberão menção honrosa. 

Fonte: Agência Minas Gerais 

Enviar para impressão