A secretária de Estado de Educação, Julia Sant'Anna, representou o governador Romeu Zema na cerimônia. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)

A união de forças para a recuperação socioeconômica e emocional dos moradores de Brumadinho e região ganhou mais um reforço nesta sexta-feira (14/6). O Ministério da Cidadania do governo federal, em parceria com o Governo do Estado de Minas Gerais e a Prefeitura de Brumadinho, anunciou um pacote de ações para reconstruir e atrair investimentos para o município, após o rompimento da barragem de rejeitos de minério, em janeiro deste ano.

Durante a solenidade, a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, assinou termo de compromisso com a Fundação Pitágoras para a implantação de ações de apoio às três escolas da rede estadual de ensino em Brumadinho. Além de um programa específico de competências socioeconômicas voltado aos jovens estudantes, também serão fornecidos materiais didáticos e auxílio na implementação de uma metodologia de gestão de grupo.

“Gostaria de, em nome do governador, expressar a felicidade do Governo do Estado de Minas Gerais neste momento. É importante destacar esse esforço conjunto de município, governos estadual e federal, ministérios públicos estadual e federal, o terceiro setor e a iniciativa privada em prol da recuperação de Brumadinho. Quando todos estão juntos, os projetos caminham mais rápido e há mais sensibilidade de aplicação de medidas que atendam às necessidades reais da comunidade”, afirmou Julia Sant’Anna, que representou o governador Romeu Zema na solenidade. Também participaram do evento o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro.

A cerimônia, que aconteceu no próprio município, marcou mais um encontro da Aliança por Brumadinho, com a formação de grupos de trabalho integrados por órgãos públicos e privados e organizações da sociedade civil. O objetivo é fortalecer ações sociais, de saúde e educação na comunidade, além de aliviar os impactos causados pelas perdas humanas e pela dificuldade econômica enfrentadas após o desastre.

Secretária Julia Sant'Anna e vice-presidente da Fundação Pitágoras, Helena Neiva, assinam Termo de Compromisso para melhorar a Educação Básica no município de Brumadinho. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)

Além da secretária de Estado de Educação e os ministros, participaram do evento o prefeito de Brumadinho, Alvimar de Melo Barcelos, e representantes dos governos federal e estadual. Na ocasião, foi inaugurado o Espaço Cidadania, onde aconteceu a cerimônia. O local foi construído com recursos do Ministério da Cidadania com objetivo de incentivar o desenvolvimento de programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação profissional, serviços socioassistenciais e políticas de prevenção à violência.

O ministro Osmar Terra destacou que a Aliança por Brumadinho tem o objetivo de levantar a economia da cidade e melhorar a qualidade de vida da população, por meio de programas sociais prioritários do governo. “Estamos trabalhando para que todos aqui sejam exemplos de superação desses dramas humano e social vividos. Para isso, vamos focar principalmente na educação de nossas crianças e jovens, além das medidas para o desenvolvimento social, a economia e a saúde. Faremos com que eles sejam protagonistas dessa volta por cima em Brumadinho.”

Apoio à educação nas escolas estaduais

Os diretores das Escolas Estaduais Paulina Aluoto Ferreira, Paulo Neto Alkimin e Abelardo Duarte Passos foram homenageados com uma placa de menção honrosa pelo trabalho desenvolvido junto aos alunos.

“As nossas escolas serem contempladas por essa parceria entre Fundação Pitágoras e Secretaria de Estado de Educação pela Aliança por Brumadinho significa muito. Isso vai incrementar ainda mais o que a pasta já tem feito, dando todo apoio. Agora temos mais certeza ainda de que muitos projetos vão sair do papel e, o principal, isso será de grande valia não só para as escolas, como fundamentalmente para nossos estudantes”, disse o diretor Márcio Roberto Lopes de Sousa, em nome dos três gestores.

Os diretores das três escolas estaduais de Brumadinho - Shirley Cristina da Silva, da Escola Estadual Abelardo Duarte Passos, Elania Aparecida de Assis Amabis, da Escola Estadual Paulo Neto Alkimin, e Márcio Roberto Lopes de Sousa, da Escola Estadual Paulina Aluottto Ferreira - após receberem a homenagem, com a secretária Julia Sant'Anna. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)

Anúncio de ações

Outras medidas anunciadas foram a construção de um memorial em homenagem às vítimas do rompimento da barragem; a criação de uma linha de trem que liga o município a Belo Horizonte; o financiamento e revitalização do teatro municipal para transformá-lo em teatro-escola para formação de jovens, com apoio da Ambev; instalação das unidades móveis do Sesi e Senai para oferta de cursos de qualificação e capacitação profissional para geração de empregos em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg); compra de produtos da agricultura familiar pela rede de hipermercados Carrefour; capacitação em gestão e técnicas de produção de leite e orgânicos para produtores rurais locais oferecida pela Fazenda Alegria; e assistências técnica e gerencial para famílias da área rural com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

O prefeito de Brumadinho, Alvimar Barcelos, agradeceu por todo apoio recebido. “Nesse momento mais difícil que estamos passando, só temos que agradecer a todos pelo apoio, pelos grupos de trabalho da Aliança por Brumadinho, por toda a sensibilidade com a nossa cidade. Nosso muito obrigado”, disse Barcelos.

Termo de Compromisso

Para que seja cumprido o objetivo de melhorar a educação básica da rede estadual de Brumadinho, a Secretaria de Estado de Educação e a Fundação Pitágoras vão promover um programa de capacitação voltado aos técnicos da pasta e para profissionais que atuam nas três escolas estaduais do município: Escola Estadual Paulina Aluotto Ferreira, Escola Estadual Abelardo Duarte Passos e Escola Estadual Paulo Neto Alkimin.

A parceria pretende impulsionar a gestão dessas unidades escolares para que elas se transformem em sistemas de alto desempenho capazes de produzir, regular e, consistentemente, obter melhores resultados. Além disso, a iniciativa busca promover a mudança comportamental dos jovens, de maneira que possam desenvolver suas competências emocionais e se tornarem protagonistas de suas próprias vidas e da transformação da sociedade.