Estado será representado por 1,5 mil equipes de escolas públicas e privadas

Minas Gerais está entre os três estados brasileiros com o maior número de equipes participando da segunda fase da 11ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). Ao todo são 1,5 mil equipes compostas por alunos de escolas públicas e privadas que se mobilizam para desenvolver as atividades propostas pela competição. Os estados com mais participantes na etapa atual são: São Paulo, com 4.20 equipes; Ceará, com 2.699 grupos e Minas Gerais.

Dividida em seis fases online e uma final presencial, a Olimpíada é um projeto desenvolvido pelo Departamento de História da Unicamp. A competição é voltada a professores e alunos dos ensinos fundamental (8º e 9º anos) e médio de escolas públicas e particulares.

A participação ocorre em equipes formadas por um professor de História e mais três alunos. As respostas (questões de múltipla escolha e realização de tarefas) podem ser elaboradas pelos participantes com base em debate com os colegas, pesquisa em livros, internet, orientação do professor, além de uma gama de documentos e referências oferecidas.

Na Escola Estadual Joaquim Nabuco são 11 equipes participando da segunda-fase da competição. Foto: Arquivo da Escola

Na Escola Estadual Joaquim Nabuco, em Divinópolis, na região Oeste do estado, 11 equipes formadas por estudantes do ensino médio participam da competição. “Eu conversei muito com os alunos e vários deles decidiram participar. A olimpíada dá seis dias para que a gente responda às questões, então nos encontramos no contraturno e debatemos. A cada semana temos que responder dez questões e realizar uma tarefa”, conta o professor de História, Guilherme Augusto do Nascimento e Silva.

O educador também destaca os benefícios que a participação traz para os alunos. “O formato auxilia bastante no processo de aprendizagem e formação dos jovens. Além de estimular o trabalho em equipe, também contribui para as habilidades de pesquisa, porque não é só ler e responder, mas também temos que pesquisar.”

Segundo o diretor da escola, Roberto Rodrigues Ribeiro, este é o segundo ano que os estudantes participam da Olimpíada. “Ano retrasado nós participamos e fomos até a quinta etapa. O objetivo este ano é ir mais longe”, conclui.

Sobre a ONHB
A Olimpíada conta com seis fases online, além da final presencial marcada para os dias 17 e 18 de agosto em Campinas-SP. O projeto tem apoio do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) e do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e é desenvolvido pelo Departamento de História da Universidade Estadual de Campinas, por meio da participação de docentes, alunos de pós-graduação e graduação.

Enviar para impressão