Atividades incluíram visita à Estação de Tratamento de Água no distrito de Correia Almeida

“Cerca de 70% da água doce da terra está na forma de calotas polares, 29% é água subterrânea e 0,5% está em rios e lagos”, a frase sobre as distribuição da água doce no planeta é do estudante do 9º do ano do Ensino Fundamental, Gabriel Victor de Oliveira Silva. Ele é aluno da Escola Estadual Deputado José Bonifácio Lafayette de Andrada, no distrito de Correia de Almeida, em Barbacena, e adquiriu esse conhecimento durante uma semana inteira de ações voltadas para a conscientização da importância da água.

O projeto intitulado “O caminho das águas” foi realizado em parceria com o Serviço de Água e Saneamento (SAS), entre os dias 25 e 29 de março, e teve por objetivo desenvolver atividades que proporcionassem aos estudantes reflexão e conscientização.

Estudantes visitaram Estação de Tratamento de Água. Foto: Arquivo da Escola

Cada professor ficou responsável por uma turma e abordou diferentes pontos. “Os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental fizeram pesquisas e criaram cartazes para um concurso. No 6º ano do Ensino Fundamental, os estudantes fizeram desenhos. Os alunos do 7º ano montaram maquetes. Já no Ensino Médio, os estudantes fizeram experimentos envolvendo água”, conta a vice-diretora da escola, Rosilaine dos Anjos Marques.

Um desafio do projeto proposto para os alunos foi criar as maquetes utilizando material reciclado. Um filtro de água também foi montado pelos alunos. Além disso, eles foram estimulados a buscar novos conhecimentos sobre local onde moram.

“Com o projeto, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer muita coisa da própria comunidade. Por exemplo, não sabiam que tinha uma Estação de Tratamento de Água (ETA) na nossa comunidade e em visita a ela, vimos que somos responsáveis por abastecer metade da cidade de Barbacena”. 

Maquetes foram feitas utilizando materiais reciclados. Foto: Arquivo da Escola

Para levar o que aprenderam a um maior número de pessoas possível, a apresentação das ações desenvolvidas pelos alunos foi feita na praça da comunidade. “Conseguimos mostrar para muita gente o que aprendemos durante essa semana. Foi tudo muito bom!”, conta o aluno do 9º ano do Ensino Fundamental, Gustavo Henrique Nogueira Ferreira.

Uma passeata da escola até a praça marcou a abertura das atividades. “Saímos da escola e fomos caminhando até a praça. Os alunos do Ensino Médio já estavam lá nos stands e fizeram as apresentações para os menores. Também houve distribuição de mudas cultivadas na escola”, afirma Rosilaine.

Estudantes fizeram plantio de mudas. Foto: Arquivo da Escola

Jardim na escola

Com a ajuda dos alunos, a escola está montando um jardim. “Aos pouquinhos estamos trazendo novidades. Aqui é uma área rural e os alunos dominam muito bem a questão do plantio. Muitas vezes, eles que nos ensinam”, destaca Rosilaine dos Anjos Marques.

As mudas distribuídas na mostra, que aconteceu na praça da cidade, foram cultivadas pelos estudantes, que também fizeram o plantio de árvores frutíferas para simbolizar as matas ciliares.